Search for:

1° Reunião de planejamento com as equipes da LSB durante a pandemia

Na noite desta terça-feira (09), ocorreu a primeira reunião de planejamento com as equipes da LSB para verificar as possibilidades de retorno das competições após o término da quarentena.

Os 14 times participantes do estadual amador tiveram seus responsáveis na reunião que foi mediada pelos gestores da Liga, Marcos Guinancio e Guilherme Simões.

Reunião

A reunião teve como principais objetivos, identificar os problemas gerados pelo isolamento social, buscar soluções para volta dos jogos, encontrar o melhor protocolo de segurança para que os atletas e equipe tenham total integridade física, e também tentar visualizar uma nova organização no calendário e no formato das competições.

O encontro ainda levantou questões como a flexibilidade do isolamento no Rio de Janeiro que não foi aderida nos municípios do interior do estado, dificultando a saída dos atletas da região, devido às barreiras nas estradas. Times que dependem do transporte cedido pela prefeitura também expressaram suas preocupações, já que no momento todos estão sendo destinados a área da saúde.

Com tudo parado e sem previsão de retorno, alguns times planejam voltar aos treinos meados de julho ou início de agosto, a fim de tentar recuperar o condicionamento físico dos atletas. Porém tudo ainda é muito incerto e a decisão das autoridades para a volta é uma incógnita para todos.

Uma nova reunião será realizada no mês de julho para identificar os avanços, e verificar a possibilidade de iniciar as competições utilizando os protocolos de segurança.

A LSB entende e apoia as medidas de segurança adotadas pelos órgãos de saúde e afirma que só irá retornar as competições quando todas as equipes estiverem de acordo e quando houver garantia de saúde a todos os envolvidos. Nada será precipitado e as reuniões visam planejar o possível retorno com organização e principalmente o cuidado com a saúde.

Athletic Meriti enfrenta Queimados Warriors nos playoffs da Copa Baixada 2019 após quarentena

Com a semifinal da Copa Baixada 2019 adiada devido ao Novo Coronavírus, a Liga Super Basketball (LSB) que promove o campeonato, decidiu falar sobre as expectativas para os futuros confrontos. Como já feito com o jogo entre Team Space e The Brothers Basketball, a LSB comentará também sobre a disputa pela outra vaga na final entre Athletic Meriti e Queimados Warriors.

O desempenho dos times no campeonato

Os times que se enfrentarão novamente já disputaram uma partida na última rodada para a classificação da Copa Baixada 2019. Ocorrida em 01/03/2020, a disputa garantiu uma das 7 vitórias do Athletic Meriti no campeonato e foi marcada por um jogo bastante acirrado que se encerrou com uma diferença de 2 pontos no placar.

Mesmo vencido por 73×71, o Queimados Warriors se destacou com os dois maiores pontuadores da partida: Marcelo Maia e Bruno dos Santos, que garantiram 19 e 18 pontos, respectivamente, para o time. Atualmente, a equipe conta com Alvaro Augusto, o segundo jogador com a maior média de pontos do campeonato e a segunda maior média de arremessos convertidos.

Já na equipe vencedora, o terceiro maior pontuador da partida foi Luis Gustavo, que agregou 17 pontos ao placar. Atualmente, o atleta ocupa o segundo lugar da tabela de jogadores com o maior número de pontos na disputa. Perde apenas para seu companheiro de time e maior pontuador da competição, Wesley Santos, que somou 144 pontos no total. Além de Luis e Wesley, o time conta com o ala-pivô, Wellerson Fernandes, atual jogador com a maior eficiência de todo a Copa Baixada 2019.

Na Copa Baixada 2017, o Athletic Meriti foi vice-campeão e eliminou Queimados Warriors nas quartas de final. No ano seguinte, o time de São João de Meriti conquistou seu segundo vice-campeonato e o time de Queimados conquistou o terceiro lugar.

Athletic Meriti garantindo a vaga na semifinal da Copa Baixada 2019

E agora?

Diego Oliveira, técnico do Queimados Warriors, acredita que no momento não há favoritos a vitória e acredita que este será o melhor confronto da semifinal da Copa Baixada 2019 pelo equilíbrio existente entre os times.

“Eles são uma equipe muito física e principalmente organizada, admiro isso. Mas acredito que se nosso jogo encaixar e conseguirmos aplicar bem as movimentações, as nossas individualidades podem aparecer. Dificilmente algum dos times será surpreendido, acho que será o melhor confronto dessa semifinal e espero conseguir a vitória”, declarou Diego.

Questionado sobre um possível comprometimento no entrosamento dos atletas após tanto tempo sem treinar juntos pela pandemia, o professor se mostrou otimista e afirmou que este pode ser um diferencial da equipe para a disputa.

“Sinceramente, minha equipe não deve sofrer por falta de entrosamento, estamos juntos desde os 17 anos, pelo menos uma boa parte do time e, mesmo os que não estão há tanto tempo, são muito amigos. Nos conhecemos, sabemos a melhor bola um do outro. Lógico que as jogadas vão precisar ser repassadas com atenção, certamente vamos ter uma dificuldade, mas acredito que vamos superar esse obstáculo e, se tudo der certo, vamos para a final”, afirmou o técnico.

O elenco do Queimados Warriors 2020

Robson, técnico do Athletic Meriti, também afirmou dispensar um favoritismo e esperar por um grande confronto.

“O favoritismo é algo que dispenso dentro de quadra, existem duas equipes muito bem qualificadas, que, com certeza, apresentarão o seu melhor basquetebol dentro das possibilidades criadas e postas. Eu e Diogo Luciano (também professor do time) esperamos que seja, sobretudo, um grande duelo.”, contou Robson

Perguntado sobre as expectativas pro confronto, o professor reiterou que não espera que seja um jogo fácil, visto que ambos os times são muito qualificados. Além disso, reiterou seu desejo de ser campeão após duas temporadas de vice-campeonato.

“Por óbvio, não esperamos uma situação passiva em relação ao próximo jogo. Conhecendo os integrantes da equipe Queimados Warriors, certamente tentarão nos surpreender nessa revanche. Nossa expectativa era de que seria um grande jogo, uma vez que ambas as equipes almejavam chegar nas final da competição e, principalmente, levantar o troféu de campeão da Copa Baixada. Essa expectativa continua a mesma.”

A partida entre Queimados Warriors e Team Space estava prevista para dia 15/03/2020, mas foi suspensa devido a Covid-19 e acontecerá assim que o cenário de pandemia do país se resolver.

Playoffs da Copa Baixada 2019: veja as expectativas pra The Brothers Vs. Team Space após pandemia

Com a pandemia do Novo Coronavírus, a Copa Baixada 2019, promovida pela Liga Super Basketball (LSB) está suspensa desde 13/03/2020. O campeonato, que já possuía os confrontos da semifinal definidos, teria entrado nos playoffs e terminado em março desse ano. Como resultado disso, teremos o segundo confronto entre o time Team Space e o The Brothers Basketball a partir do momento em que tudo estiver normalizado.

Diante desse cenário, a LSB resolveu falar sobre o futuro confronto e fazer uma retrospectiva da trajetória de cada time na competição, destacando os dados mais importantes.

Estatística dos times na Copa Baixada 2019

Até o momento, Team Space estreou a temporada ganhando todos os 9 jogos que competiu, enquanto The Brothers Basketball ganhou 6 do mesmo total. O time invicto conta com Gabriel Victor, jogador com a maior média de pontos do campeonato, além de Moisés Diorginis, o terceiro jogador com o maior número de pontos da Copa Baixada 2019, totalizando 119 em 9 partidas.

Do outro lado, The Brothers conta com Daniel Maciel, jogador com a maior eficiência do time (87.0) e que totalizou 100 pontos no campeonato até então. Também conta com Igor Apolinário, que possui a maior média de roubo de bolas da competição.

Daniel Maciel, ala do The Brothers Basketball e jogador com a maior eficiência do time

Além disso, os times já se enfrentaram nas rodadas anteriores do campeonato e o time invicto venceu o confronto com 73 pontos contra 62 da equipe adversária. Mesmo com a vitória, o técnico do Team Space, Bruno, definiu a partida como atípica, devido ao time ter jogado com 7 jogadores a menos após penalidades. O jogo foi marcado por um placar pouco aberto na maior parte do tempo, onde o time The Brothers conseguiu diminuir a diferença e assumir certa vantagem durante o segundo período, mesmo assim, o cronômetro finalizou com o Team Space 11 pontos na frente do adversário.

E agora?

Questionado sobre o favoritismo da equipe, Bruno Space, técnico do Team Space, afirmou que apesar de favorito a vitória, um ponto preocupante é a falta de treinos coletivos, que colocam os times no mesmo nível.

“A gente se considera sim favorito, mas com muito pé no chão, principalmente depois dessa pandemia. Todo mundo vai estar igual, pois ninguém está treinando o coletivo e o entrosamento vai cair bastante. Isso pode prejudicar até mesmo o time favorito.”, detalhou.

Além disso, Space comentou que o time vem treinando da maneira possível para evitar surpresas.

“A gente tem treinado cada um na sua casa, mas a falta de entrosamento talvez seja a maior surpresa que teremos. Não só a gente, uma vez que são 3 meses parados. De qualquer forma, estudamos nossos adversários para que eles não nos surpreendam com nada. Vamos buscar o máximo fazer um excelente jogo e corrigir os erros do último confronto.“, afirmou Bruno.

Ao falar do futuro jogo, Bruno acrescentou que o time fez uma boa campanha, está focado a chegar bem na semifinal e conquistar mais um título.

Elenco do Team Space 2020

Sérgio Jesus, técnico da equipe adversária também confirmou o favoritismo do Team Space não só ao confronto, mas a vencer o campeonato. Entretanto, afirmou que acredita em seu time.

“Acredito que a minha equipe tenha condições de vencer a equipe do Space, mas os considero favoritos sim. Meu time é experiente, a maioria joga há bastante tempo juntos e sei que os atletas têm um potencial e podem ganhar a partida.”, afirmou o técnico.

Além disso, Sérgio acrescentou que tudo pode acontecer dentro de quadra, parabenizou a equipe adversária pelo campeonato e desejou sorte a todos.

“Basquete é dentro de quadra, acho que podemos surpreendê-los sim, mas isso a gente vê na hora. Depende do temperamento do times, da mão dos jogadores, mas, espero vencer mesmo sabendo que não será fácil. A equipe deles está de parabéns, mas buscaremos nossa vitória e nossa classificação. Desejo sorte a eles e à minha equipe que vai lutar dentro de quadra do primeiro ao último minuto como sempre fazemos em todos os campeonatos que atuamos.”, contou Sérgio.

A partida entre Team Space e The Brothers Basketball estava prevista para dia 15/03/2020, entretanto, com a pandemia do Novo Coronavírus foi suspensa e acontecerá assim que tudo se normalizar.

Solidariedade em tempos de quarentena

Técnicos de times da LSB promovem ações sociais para pessoas de baixa renda e de grupos de risco durante isolamento social

O cenário de quarentena no país devido a Covid-19 trouxe mudanças em várias esferas da sociedade. No esporte, as principais ligas esportivas seguem paralisadas e o retorno parece distante. Mesmo assim, técnicos de dois times da Liga Super Basketball não pararam de se solidarizar com o próximo.

Semifinalistas da Copa Baixada 2019, ambos os professores de educação física, Bruno Freire e Robson Lourenço, já promoviam projetos que oferecem aulas gratuitas de basquete para crianças e jovens em municípios da baixada fluminense. Com a pandemia, as ações sociais se estenderam para as famílias dos atletas, buscando auxiliar pessoas que estão tendo suas rendas brutal e frontalmente afetadas e também idosos, que compõem o grupo de risco. As iniciativas visam levar cestas básicas e gás de cozinha à população de baixa renda e itens de higiene básica, remédios, álcool em gel e alimentos aos idosos.

Athletic Meriti

Robson, técnico do Athletic Meriti e presidente da associação que carrega o mesmo nome, contou que desde o início da pandemia a organização não parou em momento algum de se inscrever em projetos voltados para a baixada. A partir dos alunos, identificou que a população de São João de Meriti estava necessitando de ajuda e resolveu agir.

“Boa parte das famílias cujos filhos estão matriculados no projeto também possuem rendas oriundas do trabalho informal. Então, identificamos que alguns se encontram carentes de recursos para manutenção das necessidades básicas (sobretudo necessidade alimentar), especialmente neste momento de isolamento social.”, contou o técnico.

Assim, a Athletic Meriti fez um match-funding (ou vaquinha online) para arrecadar dinheiro e conseguir distribuir gás de cozinha e cestas básicas para moradores do município. Infelizmente, apenas pouco mais de 1/4 da meta esperada foi atingida até o momento, um resultado que está preocupando o técnico.

“Estamos torcendo para que o nosso objetivo seja atingido, pois, dependendo do valor arrecadado, teremos que reestruturar o que foi pensado: entrega de gás de cozinha (uma única vez) e 3 meses de cestas básicas.”, comentou o professor.

Robson à direita, junto com Diogo Luciano, também professor da Campanha Athletic Meriti

Team Space

Bruno Freire (Space), técnico do Team Space e dono do projeto Basquete Queimados, também resolveu agir diante do isolamento social. Seu projeto se preocupou com um outro grupo de pessoas que também precisam de auxílio em tempos quarentena: os idosos. Perguntado sobre como a iniciativa surgiu, o professor contou que também a partir de conversas com os atletas.

“A gente gosta sempre de ajudar os alunos e começamos a procurar saber quem estava precisando de ajuda. Tivemos a ideia de ajudar os idosos da cidade com os avós dos alunos que não podem sair de casa. Com a visibilidade que ganhamos, começamos a receber cestas básicas pra doar e, hoje, estamos entregando cestas também pra quem está necessitando.”, comentou.

Para Bruno, o momento da entrega das cestas e dos itens básicos é muito emocionante, porém difícil, uma vez que, além das máscaras, o distanciamento social impede que ele possa abraçar as famílias.

“É sem palavras, depois desse tempo todo sem ver os alunos e suas famílias, é horrível não poder abraçar. A gente tem muito carinho, eles estão com saudades das aulas, dos amigos, do professor. E é também muita emoção, as pessoas são muito gratas à essa ajuda que a gente sabe que é pouca, que é o mínimo. Não tem palavras pra explicar o que é receber essa gratidão toda.”, desabafou o professor.

Bruno (Space) dando aula para crianças e jovens em seu projeto Basquete Queimados

Como ajudar

Em momentos difíceis como esses, pessoas dispostas a ajudar salvam vidas. Mesmo em tempos de quarentena, esses técnicos seguem se solidarizando e fazendo o possível para cuidar do próximo. Entretanto, seus projetos dependem de doações que podem ser feitas online. Para ajudar ou saber ainda mais sobre as ações, basta escolher a forma de contato que preferir abaixo:

Athletic Meriti

Vaquinha online – https://benfeitoria.com/athleticnocombateaocovid

Facebook: https://www.facebook.com/AthleticMeriti/

Instagram: https://www.instagram.com/athleticmeriti/

Site: http://athleticmeriti.com.br/

Team Space

Facebook: https://www.facebook.com/Basquete-Queimados-1619416618147033 e https://www.facebook.com/brunospace

Instagram: https://www.instagram.com/basquetequeimados/; https://www.instagram.com/teamspace86/; https://www.instagram.com/Space.bruno/

Whatsapp: (21) 97625-1320 – Bruno Space

Quarentena em atividade: técnicos falam sobre treinos adaptados ao isolamento social

Com os campeonatos suspensos e atletas em quarentena devido ao COVID-19 no país, equipes de basquete desde as categorias de base às do Master da Liga Super Basketball seguem a rotina de treinos com acompanhamento à distância.

Visando manter a disposição, a energia, o preparo físico e a saúde mental dos jogadores com a pandemia, treinadores adaptaram exercícios para os atletas fazerem em suas casas. Através de grupos em redes sociais e vídeos, as comissões conseguem manter contato com os jogadores, fazer o controle da execução e da frequência dos exercícios.

Condicionamento físico

Gabriel Dutra, técnico do Municipal Basquete (atual campeão do Feminino 2019, Sub-18 e Estadual Amador masculino), afirmou que a técnica e a tática são pontos difíceis de serem trabalhados no momento e que o foco principal é mantê-los fisicamente ativos. Para isso, o time vem mantendo uma rotina de treinos passada pelo preparador físico Bruno Lucas, que criou uma planilha de treinamento onde os atletas conseguem acessar vídeos com a execução correta de cada exercício. O professor contou que a ideia é minimizar a possibilidade de que eles façam o treino de forma errada e obter um controle da frequência de treinos de cada atleta.

Gabriel Dutra e seu time levando o título do campeonato Estadual Amador 2019
Gabriel Dutra e seu time levando o título do campeonato Estadual Amador 2019.

A técnica do time feminino da base da Mangueira e campeã do sub-16 feminino 2019, Elen Rosa, também contou sobre a adaptação à realidade de espaço e equipamentos de cada menina. Ela disse que a comissão técnica está combinando exercícios específicos para quem tem a bola de basquete e utilizando material alternativo para quem não tem. Além disso, afirma que a maior dificuldade para as atletas é manter a rotina em uma fase tão diferente na escola e tão difícil social e economicamente. Por isso, contou que a cobrança é feita, mas não de maneira tão rigorosa, sempre entendendo as possíveis adversidades nesses tempos de quarentena.

Elen Rosa com o time da Mangueira conquistando o Sub-16 feminino 2019.

A união em tempos de pandemia

Perguntado sobre o contato da equipe em tempos de isolamento, Pipe, como é conhecido o técnico do time adulto da equipe Três Rios, contou que os atletas vêm jogando juntos há mais de 13 anos. Além disso, o vice-campeão do Estadual Amador 2019 acrescentou que os atletas gostam muito do esporte e de estarem juntos, que são muito dedicados e que essa união, com certeza, faz toda a diferença em momentos como esse.

Pipe e o time Adulto conquistando a primeira vaga na final do Estadual Amador 2019.

Alexandre Willians, técnico dos times feminino e masculino de base do JF Celtics e campeão do sub-14 feminino 2019, concorda que o principal agora é se manter unido e em contato com todos. Para ele a palavra é ajuda.

“Eles estão acostumados a fazerem atividades físicas, o corpo sente e aí é uma cadeia: vai perdendo a disposição e com isso vai dormindo, se alimentando e estudando mal. Tínhamos que ajudar de alguma forma. Passamos os exercícios e tivemos uma resposta muito positiva não só dos atletas, mas dos pais também. Ajudou, acho que a palavra é essa, ajudar nesse tempo de crise. O jovem sente muito ficar em casa e é nosso papel ajudar.”, afirmou.

Alexandre e seu time Celtics conquistando o campeonato Sub-14 Feminino 2019.

Elen Rosa, também comentou sobre a união e disse que sua maior preocupação é com o bem-estar das jogadoras.

“Muitas moram em comunidades, que estão passando por um momento muito complicado. Muitos casos de Covid-19 e algumas atletas vendo essa situação do lado de casa vêm nos deixando bem preocupados. Estamos mantendo o contato diário de conversas também através dos grupos, pra tentar nos aproximar o máximo possível nesse momento tão delicado.”, comentou a técnica.

Expectativas para o futuro

Sem previsões para o fim da quarentena, Gabriel Dutra contou sobre esse período de incertezas. Para ele, é muito difícil viver em cima de especulações, por isso afirma que temos que ter esperança. Além disso, o técnico alerta que o mais importante é assegurar que todos estão bem, ajudando os atletas da maneira que pode para que todos passem por isso juntos.

Carlos Felipe (Pipe) desabafou ao falar de um possível retorno às quadras: “Temos que acordar achando que tudo já acabou e pensar positivo sempre para que a gente saia o mais rápido possível disso, vai dar certo.”.

Em tempos como esse, o importante é se manter esperançoso e ativo dentro de seus limites mentais e físicos. Esse é o desafio que esses educadores estão enfrentando em uma pandemia para que, quando a quarentena acabe, todos possam retornar às quadras e à vida normal o mais rápido possível.

 

 

 

 

Angra Basquete quer ser um dos melhores times do Estadual Amador de 2020

A equipe do sul do Estado do Rio de Janeiro, chegou na principal categoria da Liga Super Basketball (LSB) após terminar na quarta posição da Liga B no ano passado. O time não teve chance de título pois acabou caindo para o Flamengo na semifinal, o rubro-negro depois viria ser campeão da categoria.

Com o bom resultado em 2019 e agora encarando de longe o seu maior desafio, o gestor Igor Talyuli falou sobre como ele projeta a nova temporada do Angra Basquete.

“Estamos formando um Angra Basquete, projetando estar no mínimo entre os quatro primeiros colocados na temporada 2020. Sendo o nosso maior desafio, conseguir dentro de quadra formar uma equipe unida e competitiva. Pois não teremos muitas oportunidades de datas para treinamentos com todos presentes.

Mas com a experiência que possuímos aliado a força e juventude, acredito que conseguiremos atingir os nossos objetivos.”

Definitivamente o time é ambicioso e já anunciou vários dos seus reforços nas redes sociais. Ninguém pode menosprezar uma equipe que conseguiu subir para o Estadual em um dos campeonatos mais fortes dos últimos anos. Agora se o Angra vai alcançar os objetivos falados pelo Igor, não sabemos? Mas com certeza ouviremos falar muito sobre eles.

A LSB se solidariza com todos nesse momento difícil de nossa história, cuide dos seus e #fiqueemcasa.
Em breve estaremos juntos de novo.

Copa Baixada 2020 entra nos Playoffs

Com 3 confrontos e o melhor colocado aguardando nas fases semifinais, Copa Baixada 2020 terá o início dos Playoffs no próximo fim de semana.

A Competição que já se tornou tradicional no cenário esportivo da Baixada Fluminense, e principalmente entre os Basqueteiros da região, terá os Playoffs sendo realizados em partidas únicas, no melhor estilo “vença ou vá embora”, o que certamente gera muita emoção nas partidas.

Das equipes classificadas aos Playoffs, destaque para o Team Space, que, apesar de debutante na competição, liderou-a de forma invicta durante a fase de classificação. A equipe do Professor Bruno Space, que em 2019, sagrou-se Vice Campeã da gigantesca Liga B(44 equipes), perdendo apenas para o poderoso CR Flamengo, é sem dúvida a favorita ao título. Tal favoritismo é consolidado pela boa campanha da equipe que detém o melhor ataque da competição com 73,2 pontos por jogo e por ótimas atuações do jovem elenco que se mostra muito bem liderado pelo Space. O grupo é formado por 70% de jogadores formados na cidade de Queimados, sede da equipe. “É muito satisfatório pra gente chegar nessa fase da competição com uma campanha invicta, mas é muito importante mantermos os pés no chão, mesmo com a condição que alcançamos”, disse, Space.

Outra equipe que teve boa campanha na fase inicial da Copa Baixada é o Athletic Meriti. Liderados em quadra pela intensidade do ala Wellerson Fernandes que possui relevantes números, o Meriti é uma das equipes mais difíceis de se enfrentar nessa competição. Com toda certeza os adversário precisam suar muito para confrontar o time que aplica muita força e intensidade no jogo, o tornando veloz e enérgico. Wellerson que tem média de 11,4 pontos por jogo(11,3 reb, 3,8 ass e 3,8 rec) é apenas o terceiro da equipe nesse fundamento, o que mostra a força coletiva da equipe que tem 5 jogadores com média de dois dígitos em pontuação. O Cestinha da equipe é Wesley Santos com 15,9 pontos por jogo. O Athletic Meriti enfrenta na casa do adversário, o tradicional Iguaçu Basquete Clube no domingo, dia 8 de março, as 13h.

Nos outros confrontos, as 11h do domingo dia 8, os Warriors enfrentam o Atlântico em um duelo entre Queimados e Belford Roxo. Ambas equipes completas, são bem fortes e recheadas de nomes que podem desiquilibrar o jogo. Os Warriors não poderão contar com seu melhor jogador, Alvinho, mas segue com os alas Magal e Bruno Santos, ambos com médias de pontos na casa dos dois dígitos e o regular pivô, Thiago Clarense. No Atlântico, destaque para o armador Bolinho com 15,7 pontos por jogo e para o lateral Artur Renê, com 18,3 pontos por jogo. Renê jogou apenas 3 jogos da fase de classificação e é uma dúvida para apartida decisiva do dia 8, mas, caso esteja presente, é uma das forças da equipe Belforroxense.

As 9h no que pode ser o jogo mais equilibrado do dia, o duelo entre os Caxienses, The Brothers e OZ 370 promete ser um jogão! O The Brothers, tem em Daniel Maciel a maior esperança de liderança até a vitória. O ala pivô tem médias de 16,7 pontos e 6,8 rebotes, além da melhor eficiência da equipe na competição. Já o OZ, acredita na experiência do cestinha Eduardo Banana. O veterano ala é um dos nomes de maior destaque na Baixada, nas ultimas temporadas e com a média de 17,6 pontos por jogo, pode ser o grande trunfo da equipe Caxiense nesse decisivo confronto. A equipe do OZ tem um dos melhores elencos entre as equipes que estão nos Playoffs, mas contou com muitos desfalques ao longo da fase de classificação e isso foi um grande peso para equipe. Se nos Playoffs isso voltar a ocorrer, a equipe pode colocar em risco a busca pelo título.

Para as semifinais da competição o regulamento diz que o melhor colocado enfrenta o pior colocado na fase de classificação e segundo melhor enfrenta o segundo pior. Para definir esses confrontos as equipes carregam para as semifinais sua posição final na fase de classificação. Que vença o melhor!

Definidas as equipes do Estadual Amador 2020

Essas são as 16 equipes que disputarão o Estadual Amador 2020.
.
As equipes já estão se preparando para os jogos que iniciarão dia 15 de Março, no dia 07 de março às 13h, no auditório do estádio de Atletismo Célio de Barros, será realizado o congresso técnico de abertura onde conheceremos os dois grupos de 8 equipes.