Máster +40: Relembre os títulos do tricampeão Jequiá em 2016, 2017 e 2018

Após a estreia do Máster +40 em 2015, novos times se formaram para participar da competição. Esse foi o caso do Jequiá Iate Clube que ganhou os três anos seguidos da categoria.

O técnico da equipe Márcio da Silva, campeão nos três anos seguidos falou um pouco sobre a criação do time:  

“Quando resolvi montar essa equipe do Máster +40, foi bem fácil. Reuni jogadores que já faziam parte do Máster 35, e que tinham acabado de se consagrar campeões. Era uma equipe que reunia família e amigos, todos os jogos eram acompanhados por esposas e namoradas, todos torcendo por mais uma vitória. Era um prazer disputar esse campeonato, jogávamos sempre contra amigos e ex-jogadores.”

No primeiro título em 2016, o Jequiá enfrentou o Mackenzie na final, foram jogos bem difíceis, e bem disputados pelas equipes. Os times estavam muito equilibrados e a briga pelo título foi grande, mas depois de duas vitórias seguidas o Jequiá se consagrou o campeão do ano.

Equipe campeã de 2016

Em 2017, todas as equipes reforçaram seus times, o que fez o nível do Máster +40 aumentar muito. Repetindo a final de 2016, Jequiá e Mackenzie se enfrentaram no primeiro jogo na casa do time da Ilha do Governador. Após a derrota, o Jequiá informou a LSB que o adversário tinha utilizado um jogador irregular. Então, a Liga verificou a denúncia, e o Mackenzie perdeu alguns pontos, no segundo jogo, eles decidiram não jogar e perderam por WO, Jequiá se tornou o bicampeão da categoria Master +40.

Equipe bicampeã de 2017.

No terceiro ano, mais dois times muito fortes entraram pra competição, o Oásis e Niterói. As duas equipes disputaram até o final, na semifinal, o Jequiá enfrentou o Oásis que tinha ex-jogadores do Flamengo e Vasco em um jogo muito duro. Mas, a equipe da Ilha ganhou os dois jogos e disputaram a final contra o Niterói. No primeiro jogo da final no Jequiá Iate Clube, o Niterói levou a vitória. Os dois últimos jogos foram na casa do time da região metropolitana e o Jequiá levou a melhor vencendo e conquistando o tricampeonato.

Equipe tricampeã de 2018.

Márcio falou também sobre os jogos difíceis e disputados da competição nos três anos em que ficou à frente da equipe do Jequiá Iate Clube:

 “Os jogos foram sempre bem disputados, os placares eram baixos e apenas por detalhes tivemos êxitos em nossas vitórias. Não consigo destacar nenhum jogador, nem técnico que tenha feito a diferença, apenas uma equipe unida.”

Em 2019, o Jequiá não disputou o campeonato, a base do time foi para o Mackenzie, que foi o campeão do ano.

“O time do Jequiá se desfez, o clube resolveu priorizar o futsal, e com isso nós perdemos a quadra e fomos obrigados a procurar outro time, caso contrário provavelmente ganharíamos novamente.” Disse Márcio da Silva, técnico do time tricampeão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *