No segundo jogo da série entre Kobras Basketball e Faculdade Game e Souza/Trovões pelo Campeonato Estadual Amador, disputado no Sport Club Mackenzie. O Kobras fechou a série em 2-0, vencendo por 85-83.

Essa foi a melhor partida do dia e uma das melhores partidas dessa temporada da Liga Super Basketball.

O Kobras que tinha vencido o primeiro jogo por 73-66, com uma bela partida do Irwing Johnson, teve nessa partida a volta do Thiaguinho, Douglas Loritte e do Pedro Guido.

Diferente do primeiro jogo, nessa partida o ótimo jogo coletivo da equipe se sobressaiu. Mostrando que “aquele” Kobras que conhecemos, parece ter voltado.

Irwing fez mais uma boa partida e teve 14 pontos e 6 assistências. Mas ele contou com a enorme ajuda do Marcelão, que fez 19 pontos (4-9 nas bolas de 3 pontos) e pegou 19 rebotes. O Douglas ajudou com 13 pontos e 5 rebotes.

A equipe mostrou qualidade no espaçamento de quadra, fazendo boas rotações ofensivas (principalmente no back door) e soube aproveitar muito bem algumas desatenções da defesa do Trovões.

Falando em Trovões, o jogo do Victor Leal foi praticamente perfeito. Só faltou a vitória para coroar definitivamente o jogo que ele fez. Ele teve impressionantes 38 pontos, 4 rebotes e 4 assistências. Mas o que ele jogou não se limita aos números.

Victinho criava boas jogadas para os companheiros e era responsável pelo acumulo de faltas do time do Kobras, ele sofreu 11 de 21 faltas que o Kobras fez na partida. Jogador que mostra mais uma vez ter a qualidade de assumir o papel de scorer e playmaker da equipe.

Mas a equipe da Faculdade Gama e Souza teve muitas dificuldades para encaixar a marcação 1-1 e a segunda unidade não rendeu o que era esperado.

O placar foi apertado até o fim e o Trovões encerra a sua trajetória na categoria, talvez pensando que se jogasse esse basquete no primeiro quarto da primeira partida, o rumo dessa série seria totalmente diferente.

O Kobras espera o vencedor de Mackenzie contra Liga da Justiça.

No domingo (22/10), a Faculdade Gama e Souza/Trovões enfrentou o Kobras Basketball pelas quartas de final do Campeonato Estadual Amador. O jogo foi disputado no Sport Club Mackenzie.

Uma das partidas mais esperadas dessa fase dos playoffs. De um lado, tínhamos o atual campeão Kobras e do outro a equipe que conta com o melhor jogador do campeonato na minha opinião, Victor Leal.

O Kobras vem de uma boa série contra o Santo Elias, mas uma baixa importante: Renan Pimentel. O treinador que conduzia muito bem essa equipe, deixou o Kobras para ser assistente técnico do Campo Mourão na NBB.

O Trovões teve uma série mais complicada contra o Vila da Penha, mas viu o desempenho do Victor (21 pontos e 8 rebotes) e do Roberto Neto crescerem bastante.

Quando a partida começou, levamos um susto. Só o Kobras jogou no primeiro quarto. Victor só foi pontuar no segundo quarto e o Trovões viu a desvantagem ser de 18-4.

O time dos Trovões criava jogadas, mas o último ato era imperfeito. Além de alguns jogadores não renderem o esperado. O primeiro quarto foi um desastre para a equipe.

Mas de forma geral, esperávamos muito mais. Não só pelo Victor e o Roberto. Mas o Rubens Martinelli e o Fernando Coloneze não pegaram tantos rebotes quando imaginávamos, foram 4 e 7 respectivamente.

O Kobras não fez uma partida primorosa, mas Irwing Johnson fez. Ele desde o início chamou o jogo para si e assumiu o papel de scorer e playmaker da equipe. Sendo usando o seu ball handling para criar espaços para os seus passos ou crossovers para conseguir espaços para os seus arremessos do perímetro.

Ele estava imparável e quando o Kobras parecia diminuir o ritmo, Irwing conseguia achar espaço para o seu arremesso de 3 pontos. Foram 4 de 8 tentados.

Além do bom jogo dele, outros atletas funcionaram muito bem, diferente do seu adversário. Três titulares alcançaram os dois dígitos, foram o Vinicius Franciscone (13 pontos e 6 rebotes), Victor “Pezão” de Abreu (15 pontos, 17 rebotes e 6 assistências) e o Irwing (25 pontos e 6 assistências).

Repare, que mais uma vez o Kobras conseguiu pegar muitos rebotes. Além dos 17 do Pezão, o Marcelão pegou impressionantes 19 rebotes. Esse fundamento foi importante também, pois não dava chance ao time do Trovões pontuar de segunda chance.

Os dois times não conseguiram impor o seu ritmo e estilo de jogo. Vimos muito mais as equipes usarem os seus valores individuais e no fim, o dia era do Irwing e do Kobras.

A equipe venceu o Trovões por 73-66 e vai com uma boa vantagem para a próxima partida.

Após o término da partida, Irwing falou um pouco sobre o próximo jogo:

“Temos que melhorar muitas coisas ainda. Nós precisamos nos entender melhor em quadra e assim podemos conseguir uma vitória no próximo jogo”.

O Campeonato Estadual Amador está nas quartas de final e vou apresentar nesse texto, dicas fundamentais para que o seu time seja eliminado pelo Club Municipal.

Se você seguir à risca essas dicas, a eliminação será certa. Vamos as dicas:

NÃO MARQUE O DANIEL

Daniel Batista é o jogador mais eficiente da sua equipe e com uma das maiores médias de pontos (20.1) do campeonato. Ótimo arremessador do perímetro, bom shootmaker e um ótimo playmaker.

Ele além de pontuar do perímetro, faz boas infiltrações que encerram em layups fluidos. Dá bom passe e usa bem a movimentação ofensiva para criar espaços para si e seus companheiros.

DEIXE O MUNICIPAL IMPOR O RITMO

A equipe do Municipal é muito aplicada nos dois lados da quadra. Os jogadores do perímetro conseguem espaçar bem a quadra, fazer boas trocas de posições e aplicar uma boa rotação ofensiva. Os que trabalham no perímetro, sabem fazer bons bloqueios e usam bem o back door.

Defensivamente, o time está sempre pronto para a transição defesa-ataque. Marcam bem no 1-1 e fazem bem a defesa pressão.

NÃO SE PREOCUPE COM O ROGER

Rogger Vianna é um dos armadores que mais cresceram de produção na reta final da temporada regular. Jogador essencial para o jogo dos comandados pelo Gabriel Dutra. Tem bom passe, não é ansioso para tomar certas decisões em quadra e possui uma grande liderança no grupo.

Se no penúltimo texto eu citei um combo guard, aqui está mais um. Ele possui um bom arremesso de curta e média distância, e faz uma ótima leitura do jogo. Deixando ele confortável para a equipe, você estará muito perto de conseguir a sua eliminação.

Espero ter ajudado a você ser eliminado.

O Campeonato Estadual Amador está nas quartas de final e vou apresentar nesse texto, dicas fundamentais para que o seu time seja eliminado pelo 3 Rios.

Se você seguir à risca essas dicas, a eliminação será certa. Vamos as dicas:

NÃO MARQUE O IAGO

Iago Fortini tem uma impressionante média de 11.3 pontos e 11.7 rebotes em 7 jogos. Extremamente eficiente.

Acredite, ele não é o típico pivô que usa o seu tamanho para finalizar curtos layups. Ele é ágil o suficiente para ganhar do power forward após o drible e se flutuar bem no perímetro, puxando a marcação. Trabalha bem no low post, faz bons fade aways e tem um arremesso consistente no mid-range.

Além de ajudar muito no ataque, ele é muito importante na defesa. Sendo pegando bons rebotes e fazendo bons box outs ou marcando bem 1-1 fora do garrafão.

DEIXE O 3 RIOS IMPOR O RITMO

A equipe do 3 Rios é extremamente aplicada nos dois lados da quadra. Os armadores conseguem marcar bem o perímetro e diminuir as brechas defensivas. Os alas podem fazer a dobra na marcação para ajudar os armadores e marcar bem no 1-1. Os pivôs fazem bem o box out e evitam que o time adversário use a área pintada como fonte de pontuação.

Ofensivamente, o time mostra leveza para fazer a rotação ofensiva e espaçamento de quadra. Sabem explorar bem o pick and roll, jump shots e as falhas defensivas do adversário.

Por sinal, mérito enorme para o bom treinador Pipe.

NÃO SE PREOCUPE COM O RENAN

Se você só olhar os números, você pode achar que ele é somente um bom armador. Mas não, ele é mais do que isso. Tem liderança em quadra, é um ótimo defensor e sabe bem fazer a leitura defensiva adversária.

Literalmente é um combo guard. Marca bem, tem um bom arremesso de curta e média distância e um bom passe. Jogador que é um pilar para esse time. Deixando ele confortável para liderar o 3 Rios e fazer o seu jogo, você estará muito perto de conseguir a sua eliminação.

Espero ter ajudado a você ser eliminado. Não perca o próximo texto.

O Campeonato Estadual Amador está nas quartas de final e vou apresentar nesse texto, dicas fundamentais para que o seu time seja eliminado pela UVA Tijuca.

Se você seguir à risca essas dicas, a eliminação será certa. Vamos as dicas:

NÃO MARQUE O HERBERT

Herbert Ramos é um dos jogadores que mais evoluíram na reta final da temporada regular e ele mostra atualmente diversas armas ofensivas.

Podendo pontuar de costa para cesta ou se livrando do power forward com um bom ball handling e o seu bom footwork.

Definitivamente, ele é um atleta que sabe explorar bem as deficiências da sua defesa.

DEIXE A UVA IMPOR O RITMO

A equipe da UVA é conhecida pelo seu jogo em transição lateral muito forte. Usam bem o primeiro ato após o rebote defensivo. Fazem bem as dobras na marcação e usam a movimentação ofensiva para deixar os seus atletas com espaço para o arremesso do mid-range ou do perímetro.

NÃO SE PREOCUPE COM O MEDEIROS

O jogador mais regular dessa equipe. Não importa como o time vai jogar, o Leonardo Medeiros vai fazer mais do que 10 pontos.

Com um QI de basquete de alto nível e um arremesso mortal do perímetro, faz com que ele seja a principal opção ofensiva da UVA. Ele tem a melhor média de 3 pontos da competição, espaça bem a quadra e consegue dar bons passes.

Espero ter ajudado a você ser eliminado. Não perca o próximo texto.

O Campeonato Estadual Amador está nas quartas de final e vou apresentar nesse texto, dicas fundamentais para que o seu time seja eliminado pela Niterói Basquete Clube.

Se você seguir à risca essas dicas, a eliminação será certa. Vamos as dicas:

NÃO MARQUE O ISRAEL JOSÉ

Na minha opinião é um dos melhores armadores dessa categoria e deixar ele livre, é a maneira correta de ser eliminado.

Israel é um legítimo playmaker, que tem um bom arremesso do mid-range e faz belas infiltrações finalizando em layups sólidos. Por ser um grande playmaker, ele tem bons passes e faz bem o espaçamento de quadra. Ajudando a criar brechas para os seus companheiros.

DEIXE O PERÍMETRO LIVRE

A equipe de Niterói, só tem um atleta listado como center no elenco. Então, vemos de cara, que o time usa bem o small ball.

Deixar os wings e guards livres no perímetro, facilita demais a sua missão de ser eliminado. Além disso, o Lucas Postigo tem aproveitamento de 55% nas bolas de 3. Isso não é pouco.

NÃO SE PREOCUPE COM O HIGOR

Higor é um dos atletas mais versáteis na posição de forward. Consegue ajudar na criação de jogadas, ser efetivo quando recebe a bola no perímetro e flutua bem perto do garrafão.

Não marcar ele de perto, faz com que o Niterói tenha uma enorme vantagem.

Espero ter ajudado a você ser eliminado. Não perca o próximo texto.

O Campeonato Estadual Amador está nas quartas de final e vou apresentar nesse texto, dicas fundamentais para que o seu time seja eliminado pelo o Sport Club Mackenzie.

Se você seguir à risca essas dicas, a eliminação será certa. Vamos as dicas:

DEIXE O WILLIAM ARRIEL SEMPRE LIVRE

O William é um dos grandes finalizadores dessa equipe e no campeonato. Após o primeiro passa dado para a infiltração, a chance de fazer a cesta ou receber a falta, é grande. Assume um papel fundamental no ataque, sendo um finisher first.

Tem quase uma média de duplo-duplo, sendo 10.3 pontos e 9.3 rebotes.

NÃO MARQUE O BRUNO LIMA

Se o time do Mackenzie tem um finalizador nato, o Bruno é um dos melhores jogadores off ball da liga. Sem dúvida nenhuma. A movimentação que ele faz no ataque, puxando a defesa e o espaçamento entregue, ajuda demais o ataque do time do Méier.

Não só por isso você deve deixar ele livre de marcação, ele também tem um bom arremesso do mid-range e conclui bem nos layups.

NÃO SE PREOCUPE COM O MAICON BENTO

Essa é de longe a melhor dica desse texto. Ele tem médias de duplo-duplo, sendo 10.7 pontos e 11.3 rebotes. Além disso, ele é o líder em tocos na competição.

Deixar ele livre para pegar rebotes nos dois lados da quadra e fazer infiltrações lentas visando o toco do Maicon, é a melhor escolha para a sua equipe.

Ofensivamente, ele faz muito bem o pick and roll e bloqueio para os seus companheiros. Pontua bem de curta distâncias e nas segunda chances.

Espero ter ajudado a você ser eliminado. Não perca o próximo texto.

O Campeonato Estadual Amador está nas quartas de final e vou apresentar nesse texto, dicas fundamentais para que o seu time seja eliminado pelo o Liga da Justiça.

Se você seguir à risca essas dicas, a eliminação será certa. Vamos as dicas:

DEIXE O LIGA DA JUSTIÇA IMPOR O JOGO

A equipe tem algumas deficiências, mas nunca lhe faltou intensidade em quadra. Melhor ainda, se o adversário permitir.

A equipe entrega todo jogo uma intensidade absurda nos dois lados da quadra e mesmo que a técnica possa faltar, a raça que cada um dos jogadores tem, é importante para a busca da vitória. Mas a equipe tem seus valores. Trabalham bem no jogo físico e com muito contato.

Com a imposição do ritmo de jogo, alguns jogadores como o André Mattos e o Pedro La Marca, aparecem bem demais.

NÃO PERCA TEMPO MARCADO OS IRMÃOS INOCÊNCIO

Nilo e Nilson, combinam para 19 pontos, 8.5 rebotes e 5.1 assistências de média. Além do bom entendimento em quadra, os irmãos assumem o papel de scorer e playmaker da equipe. São essenciais para a rotação ofensiva e para o desenvolvimento do jogo da equipe.

Deixar ambos livres, é essencial para que você não tenha chance de ganhar o jogo.

NÃO SE PREOCUPE COM O MARCHON

O João Marchon é um ogador forte fisicamente, que consegue trabalhar bem no low post e ser muito útil no pick and roll. Finaliza bem nos layups e faz uma boa movimentação ofensiva. Na defesa, vai ajudar a marcar atletas mais móveis e fazer bons box outs.

Espero ter ajudado a você ser eliminado. Não perca o próximo texto.

O Campeonato Estadual Amador está nas quartas de final e vou apresentar nesse texto, dicas fundamentais para que o seu time seja eliminado pela Faculdade Gama e Souza/Trovões.

Se você seguir à risca essas dicas, a eliminação será certa. Vamos as dicas:

NÃO MARQUE O VICTOR LEAL

Na minha opinião é o melhor jogador do Campeonato Estadual Amador e deixar ele livre, é a maneira correta de ser eliminado.

Victor é um legítimo scorer, que tem um bom arremesso do mid-range e faz belas infiltrações finalizando em layups sólidos. Entrega também, muita intensidade nos dois lados da quadra.

Ele tem média de 24.9 pontos em 9 jogos.

DEIXE OS ALAS E PIVÕS LIVRES

A equipe do Trovões tem jogadores altos, fortes e que gostam trabalhar perto do aro. Usam bem a altura e o footwork para ganhar espaço contra os seus defensores. São os casos do Rubens Martinelli e do Fernando Coloneze.

Eles fazem bem os bloqueios para os seus companheiros, são importantes nos rebotes e pontuam bem de curta distância. Sendo importantes nos dois lados da quadra.

NÃO SE PREOCUPE COM O BETO

O Roberto Neto é um dos atletas mais regulares desse time. Ele tem quase médias de duplo-duplo, sendo 13.8 pontos e 8.6 rebotes. Quando a defesa adversária encaixa a marcação no Victor, ele aparece para desafogar o ataque.

Ele também é um bom defensor e consegue marcar jogadores no perímetro, sendo um bom reboteiro para o time.

Espero ter ajudado a você ser eliminado. Não perca o próximo texto.

O Campeonato Estadual Amador está nas quartas de final e vou apresentar nesse texto, dicas fundamentais para que o seu time seja eliminado pelo Kobras Basketball.

Se você seguir à risca essas dicas, a eliminação será certa. Vamos as dicas:

NÃO SE PREOCUPE COM O GARRAFÃO

Marcelão (13, 3 rebotes por jogo), De Medeiros (9,7 rebotes por jogo), Victor “Pezão” de Abreu (9,7 rebotes por jogo), Vini Franciscone (7,13 rebotes por jogo) e Tiago Binato (6,9 rebotes por jogo), são os grandes reboteiros da equipe.

Na partida contra o Santo Elias nesse playoff, só o Marcelão e De Medeiros combinaram para impressionantes 48 rebotes.

O Kobras é uma equipe que tendo espaço para pontuar no garrafão e pegar rebotes, vai se aproveitar bem.

DEIXE OS ARMADORES LIVRES

Os armadores Thiaguinho, Irwing Johnson e Wallace França, são ótimos playmakers e finalizam bem quando necessário. Eles usam bem os bloqueios, a altura dos power forwards para desenvolver o jogo.

Ambos têm um bom QI de basquete e já mostraram ser decisivos em vários momentos para o Kobras.

NÃO MARQUE O PERÍMETRO

O um dos pontos interessantes do Kobras, é que do point guard ao center, as bolas de três pontos caem com uma certa facilidade.

Já vi o Thiaguinho acertar 3 bolas de três pontos seguidas. Se ele não estiver em um bom dia, o Vini consegue também pontuar do perímetro e se ainda assim a bola não cair, o Marcelão vira uma peça fundamental por causa dos seus arremessos consistentes.

Não se preocupe, se a bola não cair. Sempre terá alguém do Kobras para pegar rebotes.

Espero ter ajudado a você ser eliminado. Não perca o próximo texto.

Página 8 de 10
Top