vqn1

Na Arena de Deodoro, o Macaé Epic enfrentou o VQN. A equipe do Macaé Epic começou o jogo vendo o time do VQN propondo o ritmo da partida. Porém, com 6 bolas de 3 pontos contra nenhum do VQN e com somente 17 erros, a equipe conseguiu superar o VQN por 66-49. O Matheus Massena fez 20 pontos, 9 rebotes e 5 roubos de bola, sendo o destaque do jogo.

Veja lances da partida e a entrevista com o Matheus.

Published in Liga B

Neste domingo o The Brothers enfrentou o VQN pelas quartas de final da Copa Baixada em Queimados e conseguiu uma boa vitória por 58-47. O The Brothers enfrenta o Bad Angels na semifinal.

A partida começou com as duas equipes mostrando muito empenho nos dois lados da quadra, mas vimos desde o início que o The Brothers conseguia trabalhar bem no garrafão do VQN. A equipe aproveitava bastante a transição para pontuar e quando não usava a transição, o time ainda conseguia achar espaços na defesa do VQN para pontuar.

A boa rotação de bola, o bom uso dos bloqueios e pick and pop, foram essenciais para que o The Brothers conseguisse pontuar com certa facilidade. Com simples movimentações, o time conseguia fazer com que a defesa adversária deixasse espaços e aos poucos a diferença no placar foi aumentando. Mesmo quando o time não rendeu bem, como no terceiro quarto (8-0), ainda conseguia conter o ataque do VQN.

O time do VQN tentava infiltrar e fazer jogadas no low post, mas encontrava muita dificuldade e quando conseguia pontuar, era mais na base da vontade do que na organização. Uma opção que seria interessante para o time do VQN, era apostar nas bolas do perímetro. Porém, o aproveitamento foi bem abaixo do esperado, se compararmos com outras partidas. O time acertou somente um arremesso de três pontos em vinte tentados.

Com isso, não foi difícil para o The Brothers ter uma boa diferença no placar e conseguir avançar na competição com uma certa facilidade.

O destaque do The Brothers foi o Daniel Nascimento com 14 pontos, 8 rebotes e 3 assistências.

Published in Estadual

Neste domingo acontece as quartas de final da Copa Baixada 2017-18 em Queimados e vou mostrar como deve ser cada confronto e os destaques da equipe.

Nessa matéria eu vou falar sobre o confronto The Brothers e VQN.

THE BROTHERS VS VQN

O The Brothers tem um recorde 4-1 na Copa Baixada e vem embalado para esse confronto. O time tem um bom trabalho dentro do garrafão, usando bem o pick and roll e o pick and pop.

A equipe consegue explorar bem o trabalho no low post e tem um bom arremesso de curta distância. Por ter jogadores que atuam bem dentro do garrafão, o time consegue proteger as infiltrações dos adversários e consegue fazer com que os atacantes mudem a sua finalização.

Os destaques da equipe em cinco jogos são o Daniel Maciel (17 pontos, 5.8 rebotes e 4 assistências) e o Leonardo “MIB” (11.8 pontos, 8.6 rebotes e 4.6 assistências).

Pelo lado VQN, o time possui um recorde 2-3 no campeonato e busca mostrar nessa partida que pode ser um grande contender para o título dessa temporada.

A equipe é mais leve do que o seu adversário e fazem bem a transição defesa-ataque. A equipe também consegue pontuar do perímetro e quando consegue fazer uma rotação mais rápida no ataque. Defensivamente, o VQN consegue proteger bem o perímetro e não facilita a vida dos arremessadores.

O destaque da equipe em cinco jogos é o Wesley da Silva com médias de 14.2 pontos, 10.6 rebotes.

Published in Estadual

Na manhã deste domingo em Anchieta, o Anchieta Fears enfrentou o VQN em mais uma rodada da Copa Baixada e o time da casa conseguiu uma ótima vitória por 70-53.

A equipe comandada pelo Rodrigo Gilberto, entrou em quadra buscando prevalecer o mando de quadra e o time conseguiu mostrar armas ofensivas melhores do que o seu adversário.

Os dois times adotaram defesas “semelhantes” em que a boa rotação da bola no ataque e a movimentação sem bola, seria efetivo para os times conseguirem pontuar. O Anchieta adotava uma defesa 2-3 e o VQN colocava uma defesa 2-1-2 no jogo, mas somente o Fears mostrava mais agressividade.

O time da casa, desde o início conseguiu rodar melhor a bola e coma mais agilidade. Com isso, foi achando espaços defensivos para que pudesse ser usado e rapidamente a equipe atacava esses espaços. Com a agressividade sendo muito útil para a pontuação, o time foi minando as chances do VQN de esboçar qualquer reação.

A equipe do VQN tentou pressionar o time do Anchieta, mas a rotação era lenta e faltava agressividade. A rotação lenta, fazia com que o time do Anchieta conseguisse se recompor com rapidez e fez o time abusar das bolas de três pontos (4-15).

No final, o time do Fars não teve dificuldade para dominar o jogo e conseguir abrir uma boa vantagem no marcador.

O grande destaque da partida foi o Cristiano Costa (Anchieta Fears) com 16 pontos.                    

Published in Estadual

No domingo (07/01), tivemos os primeiros jogos da Copa Baixada do ano e temos alguns destaques para você que perdeu os jogos que aconteceram no Colégio Metodista em Queimados.

Bad Angels 58 vs 62 Queimados

As duas equipes terminaram o ano passado com vitória e entraram em quadra para ver quem começaria com o pé direito no ano. Quem se saiu o melhor, foi o time da casa.

A equipe de Queimados só perdeu o segundo quarto e teve como destaque o Gabriel Silva. O armador terminou o jogo com 30 pontos e 3 rebotes.

Pelo lado do Bad Angels, o destaque foi o Augusto Pablo 18 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

BMC 63 vs 69 VQN

No confronto entre duas equipes que vivem o oposto na competição, o roteiro do ano passado segue intacto. O VQN conquistou mais uma boa vitória na Copa e o BMC segue sem vitória na competição.

O grande destaque da vitória do VQN foi o Wesley da Silva com 21 pontos, 10 rebotes e 3 assistências.

Pelo lado do BMC, o destaque foi o Matheus Rogério com 18 pontos, 3 rebotes e 2 assistências.

Atlântico 48 vs 44 Rappers

Em um jogo muito disputado, o Atlântico conseguiu uma vitória apertada sobre o Rappers. Em quartos apertados até o fim, o time do Atlântico conseguiu segurar a vitória mesmo perdendo o último quarto.

O grande destaque da vitória do Atlântico foi o Wellinton de Oliveira com 8 pontos e 3 rebotes.

Pelo lado do Rappers o destaque foi o Fernando Costa com 14 pontos e 4 rebotes.

Strong TX 40 vs 88 Meriti Falcons

Meriti que tinha estreado na Copa Baixada com derrota para o The Brothers, o time se recuperou muito bem logo no início do ano. A equipe fez o primeiro e o último quarto muito dominante e conquistou uma ótima vitória.

O grande destaque da vitória foi o João Bosco com 15 pontos, 10 rebotes e com 23 de eficiência.

Pelo lado do Strong TX, o destaque foi o Jefferson Oliveira com 17 pontos e 4 rebotes.

Published in Estadual

No primeiro jogo na Vila Olímpica de Mesquita, o VQN recebeu o Chatuba pela Copa Baixada. No final, o VQN venceu a equipe do Chatuba por 69-22.

O VQN que estreou na Copa Baixada com uma derrota para o time do Queimados Warriors em jogo disputado no IBC.

Desde o início da partida, vimos a equipe do VQN usar bem a sua experiência ao seu favor. A equipe desde o começo, usou as infiltrações do Bruno Tapajós e a boa rotação ofensiva para pontuar.

A equipe usou a experiência dos seus jogadores para rodar bem a bola no ataque e usar o máximo possível dos 24 segundos ao seu favor. Com o ataque funcionando muito bem, o ataque soube conter o ímpeto ofensivo da jovem equipe do Chatuba

As equipes entregaram um jogo muito movimentado desde o começo. Foi uma partida basicamente de transição defesa-ataque.

A equipe do Chatuba foi a que mais colocou essa velocidade em quadra, mas o time não soube aproveitar bem o ritmo de jogo e o time queimava ataques de forma ansiosa. Em certos momentos a equipe do Chatuba conseguiu criar grandes dificuldades ao VQN, mas o time não soube manter o ritmo da partida.

Com isso, o VQN aproveitou bem as oportunidades e quando conseguiu abrir 10 pontos de vantagem, não saiu mais da liderança do jogo.

O Bruno Tapajós foi o destaque do VQN com 16 pontos, 5 rebotes e 3 assistências.

Published in Estadual

No sábado (25/11) teve a estreia da Copa Baixada com o confronto entre Queimados Warriors e VQN. Jogo disputado no Iguaçu Basquete Clube. No fim, o Queimados venceu o VQN por 53-42.

As duas boas equipes que disputaram a Liga B da Liga Super Basketball, estrearam na maior competição de basquete amador da baixada fluminense fazendo uma boa partida.

O nervosismo pela estreia na competição, foi evidente em ambas as equipes. Que comemoravam cada ponto convertido.

O primeiro tempo do jogo, foi de equilíbrio e apagão.

O primeiro quarto vimos as duas equipes ansiosas na finalização das jogadas e as jogadas começavam a fluir muito perto do aro. As jogadas de infiltrações era o carro chefe das duas equipes. Nesse primeiro quarto, vimos muito equilíbrio. As duas equipes terminaram empatadas em 12 pontos.

Mas como disse anteriormente, também teve o apagão e isso aconteceu com o VQN. A equipe que conseguia pontuar nas infiltrações e buscava fazer uma defesa muito forte, não conseguiu fazer nenhuma das duas coisas no segundo quarto. A equipe parecia ter perdido o foco nesse quarto.

Mal sabia eles, que esse quarto seria decisivo para o resultado final.

O time do Queimados que não tem nada a ver com isso, aproveitou bem e conseguiu vencer o quarto por 15-3.

Na volta do intervalo, a confiança que o time de Queimados conseguiu por causa do segundo quarto, ajudou demais a equipe a manter o bom ritmo no ataque. Foi o momento ideal para aparecer o grande destaque da equipe e do jogo: Gabriel Victor. Ele terminou a partida com 20 pontos, 3 rebotes e 4 assistências.

O time do VQN ainda tentou reagir no último quarto, mas mesmo a equipe do Queimados fazendo um quarto abaixo do esperado naquele momento, o time do Gabriel conseguiu segurar a vitória até o final.

Published in Estadual

No domingo (15/10), tivemos o terceiro e último confronto entre SlamDunk e VQN pelos playoffs da Liga B.

Vale lembrar, que as equipes tiveram partidas extremamente opostas antes de chegar nessa terceira.

Na primeira partida, vimos o Alexssandro fazendo belos crossovers e finalizando bem do perímetro. Já na segunda partida, o ótimo desempenho da equipe do SlamDunk foi fundamental para que a equipe não passasse um maior sufoco na partida.

Quando entraram na partida, todos queriam ver qual o caminho seria trilhado. Poderia ser um jogo tenso e afoito por tudo que circulava esse jogo, mas não foi assim.

Por mais que a diferença no placar seja “pouca”, vimos o time do SlamDunk mais organizado em quadra e aplicado taticamente.

O Edson Rodrigues com 19 pontos e 14 rebotes, foi o grande destaque da equipe do SlamDunk. Sendo fundamental para que o ataque, fluísse melhor perto do garrafão.

Pelo outro lado, o Tiago de Sousa com um duplo-duplo (12 pontos e 20 rebotes) foi o grande destaque do VQN.

Após a vitória por 61-52, a equipe do SlamDunk enfrenta o FBMRJ na próxima rodada.

Published in Liga B
Sábado, 14 Outubro 2017 10:54

SlamDunk vence e empata a série contra VQN

Na quinta-feira (12/10), o VQN enfrentou o SlamDunk no Iguaçu Basquete Clube pelo segundo jogo do playoff da Liga B.

O VQN entrou nessa partida podendo encerrar a participação do SlamDunk na competição, se vencesse o segundo jogo.

Em um calor quase insuportável, vimos o time do SlamDunk mais eficiente e jogando de forma inteligente. Ao invés de abusar de infiltrações e uma correria que àquela altura não seria bom, o time pontuou bastante do perímetro e do mid-range.

A seleção de arremessos estava muito melhor do que no primeiro jogo, isso facilitou demais o jogo do SlamDunk.

Pelo lado do VQN, a equipe abusava de infiltrações sem trabalhar a bola com calma. Com isso, o time ia queimando ataques sem necessidade e gastando energia que iria faltar na reta final da partida.

O Alexassando Carvalho (30 pontos) mais uma vez foi o grande scorer da partida pelo VQN. Mas o time sentiu muito a falta do Bruno Tapajós. A presença do Bruno iria dar mais ferramentas ofensivas ao ataque e poderia ajudar na criação de jogadas.

O SlamDunk dominou toda a partida e em nenhum momento foi ameaçado. Com boas participações do André Baldez (14 pontos e 16 rebotes) e o Edson Rodrigues (14 pontos e 7 rebotes), o time venceu por 61-49 e faz a terceira partida amanhã (15/10) no Mackenzie.

Published in Liga B

No sábado (07/10), o VQN enfrentou o Slam Dunk na partida válida pelo playoff da Liga B.

Era esperada que as duas equipes se estudassem bastante no começo da partida e tentassem trabalhar os 24 segundos. Mas desde o início, vimos que as equipes foram muito incisivas na busca das infiltrações laterais.

Mesmo finalizando perto do aro, o último ato era mal feito por ambas as equipes e o VQN mostrou ser mais eficiente do que o Slam Dunk.

Porém, desde o primeiro tempo o VQN já mostrava um diferencial no ataque: os arremessos do perímetro.

Contando com um bom ball handling e bons crossovers do Alexssandro Carvalho (20 pontos e 6 assistências), o time conseguia achar brechas para o arremesso do perímetro. O Alexssandro acertou 4 bolas de três pontos, das 9 da sua equipe.

Essa ferramenta ofensiva foi minando a equipe do Slam Dunk com o passar do tempo. Mesmo o Edson Rodrigues (14 pontos e 10 rebotes) fazendo um bom jogo, o time não conseguia encaixar a sua defesa. Mesmo alternando a marcação individual com a defesa zona, o Slam Dunk ainda dava brechas para as infiltrações do Bruno Tapajós e os arremessos de longa distância.

No fim, o VQN abriu 1-0 na série após a vitória por 57-46.

As equipes se enfrentam no dia 12 no IBC.

Published in Liga B
Página 1 de 2
Top