Segunda, 17 Dezembro 2018 12:41

Cerimônia de Premiação 2018

Neste último domingo (16/12) foi realizada a cerimônia de premiação da temporada de 2018 dos campeonatos da LSB.

Na cerimônia foram premiados, com troféus individuais, os campeões, vice-campeões, e terceiros colocados, além dos destaques e dos MVP’s  de cada categoria; tivemos os  melhores técnicos das categorias sub 12, sub 14, sub 16, sub 18, do Feminino , da Liga B e do Estadual Amador.

DSC 1400 opt


DSC 1464 opt

Na categoria sub 12 tivemos como destaques os atletas:

Igor de Lima (Botafogo F.R.)

Israel Duarte (Botafogo F.R.)

Jonatas Lira (Iguaçu B.C.)

Isaque Duarte (Iguaçu B.C.)

DSC 1451 opt

O MVP da Categoria foi Miguel Soares, do Iguaçu B.C.

O Melhor Técnico foi Luiz Eduardo Monteiro, do Botafogo F.R.

Campeão: Iguaçu B.C.

Vice Campeão: Botafogo F.R.

3º Lugar: S.C. Mackenzie


DSC 1477 opt 

Na categoria sub 14 tivemos como destaques os atletas:

Luiz Filipi (S. C. Mackenzie)

Pedro Felipe (Municipal)

Erick Conceição (ABASCA)

Celso Augusto (Jacarepaguá T.C.)

O MVP da Categoria foi Gustavo Carvalho, do Botafogo F.R.

DSC 1455 opt

O Melhor Técnico foi Mauro Macedo, do Botafogo F.R.

Campeão: Botafogo F.R.

Vice Campeão: Municipal

3º Lugar: ABASCA


Na categoria sub 16 tivemos como destaques os atletas:

João França (Municipal)

Lucas Demarco (Botafogo F.R.)

Daniel Moreira (Botafogo F.R.)

Fernando Maruche (Maxx Mackenzie)

DSC 1479 opt

O MVP da Categoria foi Emanuel Fernandes, do Maxx Mackenzie

O Melhor Técnico foi Bruno Peri, do Botafogo F.R.

DSC 1488 opt 1

Campeão: Botafogo F.R.

DSC 1487 opt

Vice Campeão: Municipal

3º Lugar:  Maxx Mackenzie


Na categoria sub 18 tivemos como destaques os atletas:

Lucas Aquino (Municipal)

Victor Cadete (Niterói B.C.)

Henrique Colliat (Juiz de Fora)

Danilo Fernandes (Municipal)

O MVP da Categoria foi Yuri Fernando, do Niterói B.C.

DSC 1534 opt

O Melhor Técnico foi Thiago Brani, do Niterói B.C.

Campeão: Niterói B.C.

DSC 1433 opt

Vice Campeão: Municipal

3º Lugar:  Maxxi

Na Divisão 2 do Sub 18 tivemos:

DSC 1438 opt

Campeão: Belford Underdogs

Vice-Campeão: Jacarepaguá T.C.


Na categoria Master + 45 tivemos como destaques os atletas:

Renatinho (S.C. Mackenzie)

Juarez Cordeiro (Campestre)

Alberto Seabra (Botafogo F.R.)

Márcio Paulo (Jequiá)

O MVP da Categoria foi Marcelo Paulo, do Jequiá

DSC 1424 opt

Campeão: Botafogo F.R.

DSC 1447 opt

Vice Campeão: Jequiá

3º Lugar: S.C. Mackenzie


Na categoria Master + 50 tivemos como destaques os atletas:

Pezinho (Botafogo F.R.)

José Paraná (Botafogo F.R.)

José Luiz Pelaggi (S.C. Mackenzie)

Mingão (Grajaú / Nichteroy)

O MVP da Categoria foi Alberto Seabra, do Botafogo F.R.

Campeão: Botafogo F.R.

Vice Campeão: S.C. Mackenzie

3º Lugar: AEC Campestre

DSC 1445 opt


Na categoria Estadual Amador Feminino teve como destaques as atletas:

Débora Reis (Municipal)

Mayara Cristina (Projeto Amar)

Rayane de Freitas (All Basket)

Thayane Diniz (Duque Kings)

DSC 1493 opt

O MVP da Categoria foi Nathalia Gomes, do Municipal.

DSC 1494 opt

O Melhor Técnico foi Gabriel Dutra, do Municipal.

DSC 1504 opt

Campeão: Municipal

DSC 1499 opt

Vice Campeão: All Basket

DSC 1498 opt

3º Lugar: Instituto Mangueira


No Campeonato Adulto da Liga B tivemos como destaques os atletas:

Matheus Nascimento (Macaé Epics)

Vinícius de Oliveira (Comary)

Marcelo Santos (Atlética ESPM Rio)

Sylvio Adriano (Volta Redonda Ballers)

O MVP da Categoria foi Rodriguinho, do CAARJ

O Melhor Técnico foi Paulo César Souza, do São Gonçalo Basquete.

DSC 1505 opt

Campeão: Volta Redonda Ballers

DSC 1531 opt

Vice Campeão: São Gonçalo Basquete

3º Lugar: União Nova Friburgo

Na Liga C, tivemos como:

DSC 1490 opt

Campeão: Anchieta Fears

Vice Campeão: Maré Basket


Na categoria Estadual Amador Masculino tivemos como destaques os atletas:

Guilherme Ferreira (3 Rios Basketball)

Victor Hugo (Oásis/ Gama e Souza)

Fernando Wayand (AVBN)

Iago Fortini (3 Rios Basketball)

DSC 1510 opt

O MVP da Categoria foi Diego Conceição, do Oásis/Gama e Souza

DSC 1516 opt

O Melhor Técnico foi Carlos Felipe, do 3 Rios

 DSC 1521 opt

Campeão: Oásis/ Gama e Souza

Vice Campeão: 3 Rios Basquete

3º Lugar: Vila da Penha

Published in Estadual

Neste domingo dia 26 de novembro de 2017, o Complexo Esportivo Miécimo da Silva, abriu as portas do Ginásio Zennny de Azevedo (justa homenagem ao lendário Algodão), para receber mais uma rodada da Liga Super Basketball.

A última partida do dia aconteceu entre o jacarepaguá Tênis Clube e o Usina Comunitária/Santa Cruz, válida pela categoria Sub 18.

jtc x usina 18

O Jogo:

O forte calor do ginásio não pareceu empecilho para que a garotada, que iniciou o duelo a 200 km por hora. Neste ritmo o JTC comandado por nomes experientes com Logan Procópio e Victor da Veiga rapidamente assumiu a dianteira no placar.

Apesar de bem organizado o time da Usina Comunitária, não parecia contar com armas suficientes para conter o adversário, claramente mais experiente e maduro.

A maior dificuldade do time da Usina. residia no garrafão adversário. Muito embora, concentrasse a maior parte de seus ataques na área pintada, o time de Santa Cruz encontrou muita dificuldade dentro do garrafão adversário, o que reduziu o percentual de acerto de seus arremessos.

Na volta para o segundo tempo o Usina trouxe pra quadra uma mudança de postura defensiva, que até melhorou sua produção ofensiva, adotando um jogo de transição que gerou certo desconforto ao adversário.

Contudo, alguns pequenos erros técnico e de concentração acabou frustrando a reação que foi  facilmente contida pelo adversário, que por sua vez, não fez muito mais que manter o cuidado com a bola e se manter agredindo a cesta para continuar na liderança do placar.

Em um jogo que o JTC pôde estabelecer seu domínio desde as primeiras posses de bola, pudemos aproveitar pra ver alguns atletas com maior atenção.

E sem sombra de dúvidas Pedro Henrique e Dayvid se destacaram dos demais. talvez não fosse necessário esclarecer, mas por via das dúvida é sempre bom deixar claro que Victor da Veiga e principalmente Logan Procópio, que ja vem aprontado entre os principais nomes do basquete do Rio de Janeiro no Campeonato Estadual Amador, não foram considerados neste aspecto.

Com tudo isso acredito que o Pedro Henrique, pelo bom domínio de fundamentos e Dayvid,  pelo potencial físico podem evoluir bastante e ganhar espaço em um futuro próximo.

 

Destaques:

Logan Procópio (JTC): 15pts, 11reb, 7ass e 1rou;

Deyvid de Carvalho (JTC): 10pts, 6reb, 1ass e 1toc;

Luan Obermuller (JTC): 3pts, 10reb e 3ass.

Published in Base

No último domingo dia 24 de setembro de 2017, o Fazenda Montenegro recebeu o KE Sports pela fase de classificação do grupo A da categoria Sub18. Ambas as equipes entraram em quadra com aspirações as primeiras posições o que dava a exata medida da importância do confronto.

 

FullSizeRender 1 opt

 

O Jogo

1º Período:

Bastou a bola subir para percebermos na quadra o reflexo da disputa por posições na tabela de classificação. As duas equipes mostravam extrema entrega e disposição desde a primeira bola.

Nesse momento surgiu o primeiro destaque da partida. Com um conjunto que reunia, bom controle de bola, boa estatura, e boa visão de jogo, J.P Barros encaixou uma sequência de bons passes que fez o KE Sports saltar na frente e administrar uma pequena vantagem para fechar o primeiro quarto vencendo por 14 x 8.

 

2º Período:

Se o primeiro quarto J.P Barros foi o destaque, o segundo ficou marcado por um duelo de atletas bem mais rápidos. Matheus acelerava o jogo pelo time “da casa” enquanto Luiz Antônio começou a por suas asinhas de fora para o que seria a melhor atuação individual que eu pude presenciar até aqui na categoria.

Apesar dos esforços de Matheus que até conseguiu reduzir a vantagem, foi o armador do KE Sports quem dominou a cena a partir de então. Velocidade, controle do corpo, agilidade, fluidez de movimentos e principalmente, muita habilidade para finalizar as jogadas. Foi isso que Luiz Antônio apresentou para os presentes. Indo para o intervalo com o KE a frente por 20 x 16.

 

3º Período:

O Baile do Luiz Antônio continuava, apesar de receber marcação com um ou até mesmo dois na cobertura o jogador não parecia ter a menor dificuldade para continuar cortando a defesa adversária, e com seus cortes em direção a cesta, soube  aproveitar os espaços para assistir os companheiros, além de impor o mesmo ímpeto aqui descrito, para pegar rebotes e desarmar os adversários.

Diante de tudo isso um placar de 34 x 20 ao final do terceiro quarto pareceu de ótimo tamanho.

4o período

Impulsionados pela torcida, que em nenhum momento parou de incentivar o time da casa, o Fazenda Montenegro bem que tentou uma última reação.

No entanto, a manhã deste domingo tinha dono, e Luiz Antônio não daria brechas para o azar. No final do jogo 55x30 para o KE Sports em uma atuação de gala de seu camisa 5.

 

Destaques:

Luiz Antônio (KE Sports): 23pts, 6reb, 4ass e 4rou;

Arthur (KE Sports): 13pts, 3reb, 2ass e 1rou;

Bernardo (KE Sports): 6pts, 4reb, 2ass e 3 rou;

Matheus (Montenegro): 10pts, 4reb, e 2ass.

Published in Base
Top