imperio

Na Vila Omlimpica de Mesquita, o Império São Cristóvão enfrentou o Santo Elias pelo Estadual Amador e conseguiu uma boa vitória por 74-55. O grande destaque da vitória foi o Ivan de Melo, que fez um duplo-duplo. Ele terminou com 23 pontos e 11 rebotes.

Veja alguns lances e a entrevista com o Ivan

Published in Estadual

No domingo o Santo Elias enfrentou o Anchieta Fears pelas quartas de final da Copa Baixada em Queimados e perdeu por 54-42. O Anchieta Fears enfrenta o Meriti Falcons na semifinal.

O time do Anchieta Fears é uma das equipes que mais cresceu nessa reta final da competição e entrou em querendo mostrar que a boa fase continua. O Santo Elias buscava conter o crescimento do seu adversário e conseguir uma vitória maiúscula para chegar forte na próxima fase.

Porém, vimos que a boa fase do Fears continua em alta. A equipe não fez um jogo primoroso defensivamente, mais conseguia render bastante no ataque. Principalmente com o armador Nicloas Paganotto.

Nicolas mostrou muita qualidade no 1-1, conseguiu espaçar bem a quadra e com cortes simples, conseguia desarmar a defesa adversária e achar bons passes para os seus companheiros. Rendendo bem no ataque, bastava o time conseguir atrapalhar as conclusões do Santo Elias.

Como eu disse, o time do Fears não fez um jogo primoroso defensivamente mas contou com um fraco desempenho do ataque do rival. O Santo Elias só teve Diogo Felipe carregando o time em pontuação e isso claramente não seria suficiente para a equipe conseguir passar de fase.

Com o time não rendendo o esperado ofensivamente e tendo usado pouco o jogo dentro do garrafão, fez com que o time não tivesse forças para reverter o placar.

No fim, vimos o Anchieta errar mais do que o Snato Elias. Mas o poder de fogo do time do Fears, foi primordial para a vitória no domingo.

O destaque do jogo foi o Nicolas Paganotto com 19 pontos, 5 rebotes e 4 assistências.

Published in Estadual

Neste domingo acontece as quartas de final da Copa Baixada 2017-18 em Queimados e vou mostrar como deve ser cada confronto e os destaques da equipe.

Nessa matéria eu vou falar sobre o confronto Santo Elias e Anchieta Fears.

SANTO ELIAS VS ANCHIETA FEARS

O Santo Elias tem um recorde 3-2 na Copa Baixada e vai entrar em quadra querendo deixa a sua inconsistência no campeonato do lado de fora.

A equipe do Santo Elias tem um bom trabalho no perímetro e sabe usar bem o jogo pelas laterais. O time consegue impor bem o seu jogo com infiltrações principalmente pelo lado direito e utilizar bem o Bruno Alves dentro do garrafão. Mas o maior destaque desse time, são as suas peças individuais. O desempenho no um contra um do Marcos Paulo e Diogo Felipe, podem desmontar com facilidade uma defesa.

Por sinal, os destaques da equipe são o Diogo Felipe (17 pontos e 4 rebotes), o Marcos Paulo (16.7 pontos e 5.5 rebotes).

Pelo lado Anchieta Fears, o time possui um recorde 3-2 no campeonato e busca mostrar nessa partida que pode ser um grande contender para o título dessa temporada.

A equipe não fez um campeonato consistente, mas tem peças individuais que podem ser determinantes para uma vitória neste domingo. O time conta com um bom desempenho do Cris Costa na última partida e tem jogadores talentosos como o Jeferson Bemvindo, Nicolas Paganotto e do Edmilson Fena. O Anchieta Faers é um time muito técnico e sabe trabalhar com adversidades. Pode ser importante para essa reta final.

A equipe consegue pontuar bem do mid-range e consegue fazer boas infiltrações laterais. O que chama atenção desse time, é que quando consegue fazer uma boa movimentação sem bola, pode ser mortal.

O destaque da equipe em cinco jogos é o Nicolas Paganotto com médias de 12.6 pontos e 3 rebotes e 3.8 assistências.

Published in Estadual

Na tarde deste domingo em Anchieta, o Meriti Falcons enfrentou o Santo Elias em mais uma rodada da Copa Baixada e o Falcons venceu por 86-52.

Em uma partida que era muito aguardada no dia, vimos mais uma vez a organização tática e a qualidade do Meriti Falcons se destacar.

O time comandado pelo Jorge “Pupa”, mostrou desde o início uma boa movimentação sem a bola e uma seleção de arremessos que castigava o Santo Elias.

Foi nas bolas de três pontos, que vimos o Victor Mendes ser o maior carrasco da defesa adversária. Ele acertou 4-7 (57%) nos arremessos do perímetro, terminando com 19 pontos, 6 rebotes, 6 assistências e 3 roubos de bola.

A equipe do Falcons além de render bem no ataque, o time conseguia fazer uma boa defesa em zona. Principalmente quando o armador pressionava acima da linha de três pontos e a cobertura era bem-sucedida.

O time do Santo Elias que é uma equipe mais experiente e conta com um garrafão mais forte fisicamente, não conseguia acionar as jogadas no low post. Com isso, o armador Natan Alves e o ala Marcos Paulo assumiram o papel de scorer da equipe.

Mas contra um time que apresentava várias opções no ataque e que conseguia atrapalhar as finalizações dos atacantes, rapidamente a vantagem no placar foi aumentando e em nenhum momento o time do Santo Elias conseguiu esboçar uma reação que preocupasse o Meriti Falcons.

No fim, vimos mais uma ótima vitória do Pupa e os seus comandados.

Published in Estadual

No sábado (02/12) na Vila Olímpica de Mesquita, o Santo Elias recebeu o Atlântico. No final, o Santo Elias venceu o Atlântico por 67-57.

O jogo começou com as duas equipes buscando fazer layups e jogadas em transição. Esse foi o melhor caminho para os dois times no início da partida. Mas aos poucos vimos o Sr. Elias mostrar que também tinha arremessos do mid-range e do perímetro.

O Atlântico respondia com jogadas de muita força física dentro do garrafão e o bom uso do box outs ao seu favor. Por sinal, o jogo dentro da área pintada do Atlântico foi essencial para que a equipe ficasse na frente até o final do primeiro tempo.

Mas com uma bela jogada do Marcos Paulo no final do quarto, fez com que o Santo Elias fosse para o intervalo vencendo o jogo por 34-33.

Na volta do intervalo, os papéis se inverteram. O time do Atlântico que explorava bem o garrafão adversário, viu o St. Elias usar bem os espaços dentro do seu garrafão e começar a pontuar.

O número 5 fez três belas enterradas no terceiro quarto que colocou o time do St. Elias na frente e com moral. A partir desse momento, a equipe do St. Elias não saiu mais da frente do marcador.

A equipe explorou muito bem os espaços que achava na defesa do Atlântico. A equipe conseguia movimentar bem a bola no ataque e achava bem os companheiros livres. Os rebotes ofensivos, foram determinantes para que o St. Elias mantivesse um bom ritmo na reta final.

A equipe do Atlântico buscava reagir muito mais pela empolgação da torcida e pela a raça entregue em cada jogada. O time tinha as suas dificuldades, mas os pontos vieram justamente do jeito que o seu adversário mais atuou no primeiro tempo: no jogo de transição.

A equipe tinha dificuldades de dominar o garrafão como fez na primeira metade da partida e as infiltrações laterais e jogadas de transição defesa-ataque, foi a saída da equipe no segundo tempo

Mas no fim, vimos que a dupla Marcos Paulo (22 pontos e 5 rebotes) e o Bruno Alves (12 pontos, 14 rebotes e 3 assistências), foram os jogadores que regeram o ataque da equipe até o final.

Pelo lado do Atlântico, o destaque foi o Adriano Cezar. Ele terminou com 13 pontos e 15 rebotes.

Published in Estadual

Neste domingo (17/09) no Miécimo da Silva, tivemos a segunda partida entre Santo Elias e Kobras Basketball pelo playoff do Campeonato Estadual Amador.

Se olharmos somente para o placar final, muitos podem acreditar que o jogo foi relativamente fácil para o Kobras. Já que a equipe venceu o Santo Elias por 95-47 e encerrou a série com duas vitórias.

Antes de falarmos sobre o jogo em si, vale ressaltar que as duas equipes foram muito desfalcadas. O Kobras foi para a partida com 6 atletas e o Santo Elias com 5.

Quando a partida começou, vimos o Santo Elias trabalhando bem na transição e aproveitando as chances que apareciam. O Kobras só foi pontuar no seu quinto ataque. A equipe parecia ansiosa para definir jogadas.

A equipe do Santo Elias tentou usar a mesma fórmula da última partida, fazendo boas rotações no ataque e tentando finalizar as jogadas de formas segura. Quando um atleta consegue criar espaço suficiente e “seguro” para o arremesso. Mas desta vez, os arremessos do Ian Sanches não caíram como o primeiro jogo e quem apareceu bem para o time do Santo Elias, foi o Wesley da Silva (17 pontos e 7 rebotes).

Além dos arremessos não caírem, o Santo Elias mostrou uma defesa estática e apática. Aos poucos, o Kobras foi crescendo no jogo.

Sem contar com Marcelão, Vinicius Franciscone, Fabiano Ferreira e entre outros, o time treinado pelo Renan Pimentel mostrou que mesmo com poucos jogadores, tem talento individual para a equipe se sobressair.

Vimos uma partida muito boa do Irwing Johnson, que mesmo não alcançando o digito duplo nas pontuações, foi determinante para a reação do time no primeiro quarto. Por sinal, ele e o Wallace França foram os únicos que não alcançaram o digito duplo.

A partir do segundo tempo, já víamos o roteiro da partida. A equipe do Santo Elias, não mostrava mobilidade para fazer os box outs corretamente na defesa e já tinha dificuldade em sair da marcação do time adversário.

A falta de mobilidade no garrafão, foi a peça fundamental para a vitória do Kobras. Quem aproveitou melhor, foi o Victor de Abreu. Ele fez impressionantes 39 pontos, 25 rebotes e deu 6 assistências. Foi realmente um jogo acima da média dele e fez que a equipe não sentisse falta do Marcelão nessa partida. No final da partida, ele falou um pouco do jogo e do seu rendimento.

“Fizemos um jogo coletivo, que não apresentamos a muito tempo e esse é o jogo do Kobras. Acredito que após um bom jogo, a confiança aumenta e isso é bom. O Kobras não tem um jogador estrela, todos podem aparecer”.

A equipe do Kobras, conseguia dominar o garrafão e mesmo tendo o De Medeiros pendurado na partida com 4 faltas deste o início, a entrada do Wallace fez com que a equipe ficasse mais leve e com movimentações mais rápidas. Assim, os buracos defensivos do Santo Elias apareciam com maior facilidade e as pontuações começaram a crescer absurdamente.

O Santo Elias ainda tentava se manter no placar, mas cada bola perdida no ataque, a defesa sofria pontos. Para piorar, a equipe perdeu Bruno Alves por câimbra na panturrilha no fim do último quarto e o time teve que jogar com quatro atletas em quadra.

O Kobras não teve nada a ver com isso e aproveitou a vantagem em quadra.

Sobre a partida, Tiago Binato e Renan Pimentel falaram sobre o jogo e o futuro da equipe na competição.

“O Renan é fundamental para o nosso jogo, disse Binato”.

“Conseguimos implantar um bom jogo coletivamente em quadra. Esse ano temos poucos jogadores na rotação, mas jogadores que se encaixam dentro da estratégia do Kobras, disse Renan”.

Após esse jogo, o Kobras aguarda o seu próximo adversário, enquanto o Santo Elias se despede da competição.

Mas se despede com a cabeça erguida. Pois fez uma temporada regular bem abaixo do esperado e nos playoffs jogou de forma totalmente diferente, mas do outro lado estava o atual campeão e a série seria muito complicado para a equipe.

Published in Estadual

No dia 07/09, teve a primeira partida da série dos playoffs entre Santo Elias e Kobras Basketball no Sport Club Anchieta.

A partida que tinha tudo para ser mais “tranquila” para o Kobras, por causa do seu histórico, não se desenrolou dessa forma. Vale lembrar que a equipe treinada pelo Renan Pimentel, é a atual campeã da categoria e fez uma bela temporada regular.

Nessa partida, a equipe do Kobras não contou com o seu treinador e algumas peças do elenco.

O Santo Elias entrou em busca de mostrar que poderia fazer mais do que na temporada regular e definitivamente foi isso que vimos. A equipe conseguiu colocar um bom ritmo de jogo e os bons passes, começava a surtir efeito.

Aos poucos o time ia achando espaços na defesa do Kobras e aproveitava com perfeição. O Ian Sanches estava “on fire” e liderou o time em quadra com 20 pontos e 8 rebotes. Além de pontuar bem, ele se movimentava muito bem em quadra, deixando os seus companheiros livres para finalizar as jogadas.

No preview, eu disse que a equipe teria que fazer uma partida quase perfeita e foi isso o que praticamente aconteceu.

Só não foi perfeita, pois o Kobras começou a se encontrar no último quarto.com o duplo-duplo do De Medeiros (18 pontos e 18 rebotes), os 30 rebotes do Marcelão e as importantes bolas de 3 do Thiaguinho, fizeram a equipe retomar o ritmo da partida.

A falta do Renan foi claramente sentida em quadra, mas a liderança do Tiago Binato foi importante para que o time conseguisse sempre manter perto do marcador.

No fim, a equipe do Santo Elias não conseguiu segurar as ferramentas ofensivas do Kobras e a falta de mais scorers na equipe, pesou no resultado.

O Kobras faz 1-0 na série após vencer o Santo Elias por 80-67.  

Published in Estadual

Neste fim de semana temos a continuação dos playoffs do estadual amador e veja abaixo o que poderemos ver em quadra na primeira partida entre Kobras Basketball vs Santo Elias.

KOBRAS

A equipe comandada pelo ótimo treinador Renan Pimentel, entra em quadra para tentar mostrar o por que é o atual campeão da categoria.

O time do Renan Pimentel tem um estilo de jogo bem sólido, jogando com quatro jogadores bem abertos e espaçando bem a quadra. Veremos muita movimentação do fowards Vini Franciscone e do Tiago Binato em quadra. Além dessa movimentação, Vini entrega arremessos consistentes do mid-range e bons passes.

O Binato por sua vez, é um atleta multitarefa em quadra. É útil no ataque fazendo infiltrações para finalizar nos layups ou usando o seu bom footwork para ganhar espaço no garrafão, também tem um arremesso consiste e uma ótima mecânica de arremesso. Por sinal, grande aposta para estar na seleção da LSB, Renan é o auxiliar.

Não basta ter fowards que se movimentam, precisa de armadores que sejam os legítimos playmakers do time e o Kobras tem. A equipe conta com o experiente Thiaguinho, jogador que é um pass first. Essencial para essa equipe.

Se o Renan quiser, tem o garoto Wallace França. Ele foi testado no primeiro jogo da transmissão da LSB contra o Anchieta e fez muito bem o papel de scorer e playmaker do time. Sabe trabalhar bem off ball e não tem medo de buscar infiltrações.

 A equipe também conta com o shooting guard Fabiano Ferreira. Não é um jogador que você espera muita movimentação, mas ele é um ótimo shootmaker. Ótima mecânica de arremesso e quando faz o follow through corretamente, difícil os arremessos do perímetro não caírem.

Mas o jogador que mais me chama a atenção, é o center Marcelão. Além de fazer bem o box out no garrafão, ter um footwork ótimo, QI de basquete avançado e finalizações consistentes no low post, ele ainda consegue subir de forma fluida até o perímetro e ter uma ótima média de acertos nos arremessos do perímetro em comparação com jogadores da mesma posição.

Na defesa, é um distribuidor de tocos e uma máquina de pegar rebotes nos dois lados da quadra. A mobilidade dele e a boa leitura de jogo, faz com que ele seja um jogador perigoso em todos os cantos da quadra.

A equipe do Kobras não foi campeã na temporada passada a toa. Mas ela também tem pontos que seus adversários podem explorar para conseguir uma vitória. No primeiro jogo dessa temporada, a equipe enfrentou o Municipal e sofreram com a movimentação ofensiva imposta pela equipe do Gabriel Dutra. A marcação 1-1 deixou seus atletas desconfortáveis e forçaram jogadas em que a bola poderia ter sido mais trabalhada.

SANTO ELIAS

A equipe não fez uma temporada regular exemplar e chega nesse playoff com a difícil missão de enfrentar o Kobras e mostrar a todos que o desempenho da fase de grupos ficou para trás.

O time tem três jogadores que são a base principal da equipe para a essa partida: Ian Sanches, Silvio Adriano e Marcus Paulo. Eles podem fazer a grande diferença para o time ou se surgir outro atleta que assume o papel de scorer da equipe.

Mesmo não tendo um desempenho ótimo na temporada, o time sempre mostrou determinação em todas as partidas e entrega em quadra, é algo que não vai faltar para a equipe.

A equipe mostrou que quando está focada na partida, consegue compactar bem a defesa e selecionar bem os arremessos no ataque.

Mas como disse no começo, o time não fez uma temporada regular ótima e tem falhas defensivas evidentes que precisam melhorar para essa partida.

O QUE PODE ACONTECER

O Kobras entra como favorito pela campanha que fez e pelo seu histórico na competição. Se a equipe conseguir fazer a sua movimentação ofensiva bem, seus valores individuais jogarem o que sabe, acredito que a equipe não terá grandes dificuldades para conseguir a primeira vitória na série. Vale ressaltar, que o time joga em casa na primeira partida.

Pelo lado do Santo Elias, o time precisa fazer uma partida praticamente perfeita. Precisa isolar bem o Fabiano e o Marcelão, conter as movimentações do Binato e Franciscone, além de fazer uma boa marcação 1-1 nos armadores. No ataque, o time precisa ser cirúrgico. Saber bem quando finalizar as jogadas e jogar com inteligência.

Será que esse Santo faz milagre? Veremos neste domingo.

Published in Estadual
Quarta, 02 Agosto 2017 06:51

Santo Elias conquista boa vitória

Na partida válida pelo Campeonato Estadual Amador disputado no Iguaçu Basquete Clube, AVBN/Niterói enfrentou o Santo Elias. Veja como foi a partida.

IMG 7473

RESUMO DO JOGO

O Santo Elias começou da melhor forma possível a partida. A equipe conseguiu imprimir um ritmo de jogo muito forte, que pareceu pegar desprevenido o time do AVBN.

A defesa individual, os roubos de bola e a transição rápida da equipe do Santo Elias, fizeram com que a equipe abrisse uma boa vantagem no marcador e mostrasse ao bom time do AVBN que a partida não seria fácil.

Mesmo começando mal, aos poucos o time de Niterói foi se encaixando na partida. Principalmente com a ajuda dos bons arremessos do Capilé (24 pontos, 6 rebotes e 4 assistências) que levou o time para o intervalo, com uma desvantagem de apenas um ponto no marcador.

Na volta do intervalo, o Santo Elias voltou mais focado e conseguiu mais uma vez encaixar a sua defesa. Vale ressaltar, que a equipe do AVBN não parecia estar em um dia bom. Os arremessos que normalmente caiam, nessa partida não aconteceu. O adversário não tem nada a ver com isso e aproveitava muito bem a oportunidades.

Foi assim que o Tiago Paulino (23 pontos e 4 assistências), Ian Sanches (21 pontos, 6 rebotes e 2 assistências) e Silvio Adriano (13 pontos e 13 rebotes), conseguiram fazer o Santo Elias crescer na partida e sair de Nova Iguaçu com uma ótima vitória por 79-69.

Published in Estadual

A última partida do dia na Vila Olímpica de Mesquita aconteceu entre Santo Elias e Jacarepaguá Tênis Clube.

Com as duas equipes contando com apenas uma vitória, a partida que encerra a participação da equipe da Zona Oeste na fase de classificação. Enquanto o Santo Elias com um jogo a menos ainda enfrentará o AVNB Niteroi antes do término da fase de classificação.

 douglas rodrigues jtc

O Jogo:

 1º Período:

O primeiro quarto começou agitado, com as duas equipes equipes se movimentando bastante, mas cometendo muitos erros.

Correria por correria, melhor para JTC, com uma equipe jovem, que surpreendeu as expectativas inicias, contou com um início de partida brilhante de seu capitão, Douglas Nascimento, pra fechar a frente por 14 x 10.

 2º Período:

O segundo quarto continuou bem movimentado, mas com as duas equipes aumentando a produção ofensiva. Este aumento na produção ofensiva deve muito ao aumento na velocidade do jogo. O Santo Elias queimava os ataques de forma bem rápida e proporciona ao JTC um contra ataque que eles adoram.

Com isso, coube ao JTC aproveitar as oportunidades para correr, pontuar e fechar o primeiro tempo vencendo por 37 x 25.

3º Período:

No intervalo o técnico do Santo Elias de ter dado aquela bronca, porque na volta para o segundo tempo a equipe era absolutamente diferente.

Tomando mais cuidado com a posse de bola e aproveitando a vantagem física no garrafão, o Santo Elias até conseguiu cortar a vantagem, até que o próprio Santo Elias parou o jogo com um pedido de tempo e permitiu ao seu adversário se reestruturar. Pra voltar a vencer e levar a partida para o último período vencendo por apenas 59 x 42.

4º Período

Apesar dos esforços do Silvio Adriano, o Santo Elias não conseguiu muito mais do que trocar cestas com o JTC, que apesar de ter que administrar um problema de faltas desde o período anterior, quando teve Logan Procópio eliminado com 5 faltas, conseguiu lidar com a vantagem e controlar a partida pra vencer por 80 x 64.

Destaques:

Victor Mendes (JTC): 18pts, 5reb, 8ass e 4rou;

Jorge Pinheiros (JTC): 12pts, 13reb, 1ass, 8rou e 3toc;

Douglas Nascimento (JTC): 21pts, 8reb, 6ass, 5rou e 1toc;

Silvio Adriano (Sto Elias): 25pts, 11reb e 2toc;

Bruno Alves (Sto Elias): 8reb, 4ass 1rou e 1toc;

Diego Felicio (Sto Elias): 15pts, 2reb, 7ass e 3rou.

Published in Estadual
Top