No próximo sábado dia 14 de outubro de 2017 às 14:00h na Vila Olímpica de Mesquita o Anchieta Fears encara o Sika Cabo Frio, em partida válida pela reta final da fase de classificação da categoria Master +35. Ambos os times contam com apenas 3 vitórias, tornando a disputa ainda mais acirrada, haja vista o confronto direta na briga por posição na tabela de classificação.

previewLSB

As esperanças de ambas as equipes repousam sobre os ombros de suas respectivas duplas de estrelas. O Sika conta com Julio Ourofino no perímetro e Clayton Acácio no garrafão, que combinados tem médias de: 30,67pts - 15,39reb - 5,49ass - 3,43rou - 0,14toc (Julio Ourifino 19,38pts - 4,25reb - 3,63ass - 1rou / Clayton Acácio 11,29pts - 11,14reb - 1,86ass - 2,43rou - 0,14toc).

Os Fears não ficam atrás, Rodrigão no perímetro e Edmilson Fena no garrafão tem um desempenho bem semelhante a dupla de Cabo Frio: 30,31pts - 13,71 - 6,13ass - 2,59rou - 0,38toc (Rodrigão 14,43pts - 6,71reb - 5ass - 1,71rou / Edmilson Fena 15,88pts - 7reb - 1,13ass - 0,88rou - 0,38toc).

As equipes empatam em número de vitórias, o desempenho de suas duplas é similar, tudo isso são ingredientes de uma partida que deve ser extremamente disputada, onde fica muito difícil prever quem sairá vencedor.

O terceiro jogo do dia, no Sport Clube Anchieta aconteceu entre o time da casa e o jequiá, em partida válida pela fase de classificação da categoria Master +35.

A partida representa um confronto direto, uma vez que antes do jogo o Anchieta ocupava a sexta posição na tabela de classificação, enquanto o adversário encontrava-se na quinta colocação.

jequia

O jogo:

 

1º Período

As duas equipes começaram a partida com artilharia pesada. As duas defesas concentraram suas atenções no garrafão, onde jogam as principais estrelas de ambos os elencos, com isso os chutes de fora foram naturalmente selecionados como a principal opção de ataque.

Com uma boa gama de especialista o time da Ilha do Governador saiu à frente e fechou o primeiro quarto em 22 x 14.

 

2º Período

No segundo quarto a dinâmica de jogo se manteve inalterada, com o Jequiá liderando a pontuação, com a liderança de Douglas e os outros bons chutadores da equipe.

Apesar de não conseguir conter o ritmo adversário o Anchieta se manteve focado no jogo, apresentando uma maturidade que já havia sido cobrada em outros jogos.

No fim as equipes foram pro vestiário com o placar apontado 52 x 25 para o Jequiá.

 

3º Período

Com uma grande vantagem no placar para o time do Jequiá, a partida acabou ganhando caracteristicas um pouco diferentes do primeiro tempo de jogo.

Ambas as equipes acabaram encontrando mais espaço pra jogar, o  que proporcionou que este fosse o período onde mais pudemos ver belas jogadas.

Neste quesito o destaque foram as belas bandejas de Cris Costa do Ancheita, que  a essa altura, já perdia tanto a disputa no perímetro, quanto o duelo no garrafão. 72 x 39.

 

4ºPeríodo

Com o resultado já definido, coube a ambas as equipes, rodar o banco, por todos os jogadores na quadra e administrar o jogo até o seu final 104 x 52.

Importante vitória do Jequiá que encosta nos líderes na tabela de classificação.

 

Destaques:

Douglas (Jequiá): 26pts, 11reb, 9ass e 1rou;

Igor (Jequiá): 26pts, 2reb, 6ass e 1rou;

Marcos Paulo (Jequiá): 8pts, 24reb, 2ass, 1rou e 2toc;

Cris Costa (Anchieta): 21pts, 4reb, 4ass e rou;

Leandrão (Anchieta): 16pts, 6reb, 1ass e 3rou.

Neste domingo (24/09), o Sport Club Mackenzie recebeu o Sika Cabo Frio para uma partida válida pelo Máster +35.

A equipe do Méier que vem fazendo um bom campeonato, logo tratou de dar o seu cartão de visitas ao Sika. A equipe mostrou a sua força no contra-ataque e a qualidade de ter vários jogadores assumindo o papel de scorer.

A mobilidade ofensiva aliado a força física, ajudou o time da casa a fazer boas infiltrações e entregar uma boa intensidade em toda a partida.

Mais uma vez vimos o Bruno Lima sendo o grande destaque da equipe, terminando a partida com 25 pontos. O setor ofensivo foi tão bom, que apenas dois jogadores não pontuaram dos onze que estiveram em quadra.

A equipe do Sika, tentou entrar na partida com o Julio Cesar em diversos momentos. Mas as brechas defensivas que a equipe deu e a falta de opções no ataque, fizeram com que o Julio fosse o grande destaque da equipe e o único perigo real a equipe adversária. Ele terminou com 29 pontos, 5 rebotes e 3 assistências.

No fim, o Mackenzie venceu por 107-54.

A fase de classificação da Liga B está chegando ao final. Neste domingo mais uma vez o Ginásio Zenny de Azevedo no Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande abriu as portas para receber uma rodada da LSB.

A terceira partida da tarde ficou por conta dos veteranos do Master +45. O ABVRJ encarou o Salgueiro pela fase de classificação da temporada 2017.

As duas equipes ocupam as duas últimas colocações da tabela de classificação. No entanto, enquanto o Salgueiro não tem mais chances de classificação o ABVRJ ainda sonha com os playoffs.

avbrjxsalgueiro

O Jogo:

Antes mesmo da bola subir as duas equipes em um gesto de muito bonito, já emocionaram todos os presentes, se reunindo no centro da quadra ao prestar uma bela homenagem à um companheiro de longa data o Sr. Aloysio Ribeiro, atleta do Master +45 do Botafogo, que havia sido vítima de um infarto dias antes.

Após o minuto de silêncio, atletas e público aplaudiram juntos como último gesto de homenagem.

 

1º Tempo:

O jogo começou com ambas as equipes se respeitando e movimentando muito bem a bola no ataque. Pelo lado do Salgueiro sos destaques eram João Carlos que levou vantagem invadindo o garrafão e alternando entre bons passes e arremessos precisos e Luiz Cláudio que desde a primeira jogada da partida mostrou uma disposição monstruosa a cada posse de bola, e foi de longe quem melhor aproveitou os bons passes do João Carlos.

Pelo ABVRJ a Trinca Pedrinho e Paulo Pestana e Júlio Gomes sobravam na quadra. Enquanto Júlio travava um belíssimo duelo na área pintada contra Luiz Cláudio do Salgueiro, a dupla do perímetro fazia chover arremessos dignos de highlight.

 

2º Tempo:

Apesar do início disputado não demorou muito para o ABVRJ assumir o controle do jogo e abrir vantagem no placar.

Por se tratar de um jogo da categoria Master +45, inclusive por não contarem com banco no jogo de hoje, surpreendeu bastante o nível de intensidade mantido durante toda a partida, que sábia mente teve os pedidos de tempo administrados por ambos os lados como meio de descansar os atletas.

No final, com as duas equipes já realmente desgastadas, coube ao ABVRJ controlar a partida e vencer por 65 x 43.

 

Personagem:

Depois do jogo Julio Gomes comentou a vitória e o espírito da equipe para o restante da temporada: “Hoje nós jogamos como um time, tivemos muitos desfalques durante todo o campeonato. Hoje nós convencemos um ao outro que valia a vitória pelo time que veio jogar, então vamos acreditar até o final”.

 

Destaques:

Julio Gomes (ABVRJ): 20pts, 22reb, 3ass, 2rou e 2toc;

Pedro Vieira (ABVRJ): 18pts, 10reb e 1toc;

Paulo Pestana (ABVRJ): 18pts, 5reb, 6ass e 2rou;

Luiz Claudio (Salgueiro): 11pts, 23reb, 5ass e 3rou.

Quinta, 17 Agosto 2017 22:15

ABVN X FBMRJ

Este jogo será realizado no Centro Esportivo Miécimo da Silva, no próximo domingo ( 20/8) ás 13:30, válido pela categoria Master + 35 .

Neste confronto , as duas equipes tentam se reabilitar de derrotas , enquanto a  AVBN , vem de  duas derrotas seguidas ( para o Mackenzie e para o Jequiá ), a equipe da FBMRJ, vem de derrota para a equipe do Mackenzie.

O destaque da equipe da AVBN, tem sido  o atleta André Figueiredo ( Capilé ),que ocupa a sexta colocação em eficiência com 48 EF; enquanto que na equipe da FBMRJ, o grande destaque tem sido o Bernardo Larreta, que ocupa a primeira colocação em eficiência com  79 EF,e a terceira colocação de pontos convertidos , com 70 pontos.

As rodadas com transmissão online são um grande festa na LSB. E pra fechar essa rodada com chave de ouro tivemos um convidado ilustre. Israel Machado, pivô do Jequiá Iate Clube, recebeu uma linda homenagem de seu clube e foi ovacionado pelos presentes em comemoração ao 30º aniversário do ouro nos Jogos Pan Americanos de 1987.

Passada a homenagem a bola subiu pra Vasco e Jequiá um confronto importante da fase de classificação do Master + 45.

vasco x jequia

O Jogo:

 

1º Período:

Antes mesmo do início da partida o caminho da vitória do Jequiá parecia óbvio, aproveitar-se do seu trio de pivôs: Marcelão, Marcio Paulo e Israel para primeiro, aproveitar-se da baixa estatura do Vasco da Gama; e segundo minar as forças de um dos seus principais jogadores (Mingão), que teria muito trabalho pra lidar com os três pivôs. Além de estabelecer o ritmo de intensidade mais alto possível, aproveitando da sua possibilidade de rodar o banco em detrimento do adversário que tinha apenas dois atletas entre os suplentes.

E foi exatamente cumprindo a primeira parte da estratégia que o Jequiá abriu rapidamente 11 x 2. Obrigando o Vasco da Gama a parar o Jogo.

Para os Vascaínos o pedido de tempo era uma faca de dois gumes: pedi-los seria inevitável pra descansar a equipe que não tinha muitos suplentes, no entanto ter que fazê-lo por recurso técnico era gastar uma bala preciosa.

Bom este tiro em especial foi certeiro. o Vasco que voltou do tempo era outro e viu seu principal jogador na competição (Lorinho), tomar conta da partida e vaporizou a vantagem do adversário pra fechar perdendo por 19 x 17.

 

2º Período:

O fim do primeiro quarto acabou de maneira providencial para o Jequiá que não parecia ter meios para conter a reação do Vasco.

Com a pausa para o segundo quarto, Jequiá conseguiu se equilibrar e voltar a trocar com pontos com o Vasco, que graças aos esforços do Mingão que conseguiu disputar os rebotes com o forte garrafão do Jequiá, fechar à frente, 36 x 35.

 

3º Período:

Se o Jequiá encontrou o caminho para as cestas, continuava sofrendo pra parar o ataque do Vasco da Gama.

O time da colina pode contar com Walcir saindo do banco para promover um verdadeiro estrago da defesa do Jequiá. Assim mantendo o Vasco com a vantagem mínima para o início do último período, 51 x 50.

 

4º Período:

Como toda grande partida os ânimos se exaltaram, com direito a forte desentendimento entre Lorinho e Marcelão. o aproveitamento das duas equipes continuou muito bom, e ambas se revezavam no comando do marcador.

 

Contudo, nos segundos finais o Vasco pode contar com a frieza de Reinaldo para converter um lance livre e depois ainda converter uma bandeja para garantir a vitória do time da cruz de malta. Final 73 x 69.

 

Destaques:

Walcir (Vasco da Gama): 23pts, 5reb, 7ass e 1rou;

Mingão (Vasco da Gama): 3pts, 14reb, 6ass, 6rou e 3toc;

Reinaldo (Vasco da Gama): 17pts 3reb e 1ass;

Marcelão (Jequiá): 17pts, 15reb, 4ass, 2rou e 2toc;

Marcio Paulo (Jequiá): 10pts, 6reb, 2ass e 2rou;

Israel (Jequiá): 5pts, 12reb, 1ass, 2rou e 1toc.

Sábado, 05 Agosto 2017 12:51

Preview Jequiá x Vasco da Gama

A terceira e última partida do dia acontecerá entre Jequiá Iate Clube e Clube de Regatas Vasco da Gama. O confronto é válido pela quinta rodada da fase de classificação do master + 45.

jequia

Ambas as equipes encontram-se com duas vitórias e duas derrotas, sendo que o Cruzmaltino está à frente, na 3ª posição, por contar com um melhor saldo de cestas.

Para esse duelo decisivo as duas equipes devem contar com força máxima. O Vasco da Gama que tem como principal força a dupla Lorinho e Mingão, que juntos combinam para uma média de 21,75pts; 15,5reb; 5,75; 3,25rou e 1,5to. E terão pela frente uma outra dupla  de excelente desempenho que até agora tem comandado o Jequiá com Márcio Pagode e Márcio Paulo, que vem juntos combinando para uma média de 31pts; 12,25reb; 8,25ass; 1rou e 1,25toc. Neste caso a dupla da Ilha do Governador contará com um reforço de peso.

A partida promete ser a estréia de Israel pelo Jequiá. A chegada do lendário pivô da seleção brasileira gera grande grande expectativa pelo potencial de parceria com Marcio Paulo, numa espécie de “torres gêmeas”, bem como cria ainda mais interesse pelo duelo mano a mano com o não menos consagrado Mingão Vasco da Gama.

Por fim, a partida ainda promete momentos de emoção com uma homenagem do Jequiá ao seu pivô, reverenciando Israel por sua contribuição em uma das principais conquistas do basquete brasileiro, a vitória dos Jogos Pan Americanos de Indianápolis em 1987.

A conquista completou 30 anos em 2017 e consagrou a geração da qual fez parte o pivô do Jequiá.

Por tudo isso neste domingo vale ficar de olho nesse importante duelo da LSB.

Quarta, 02 Agosto 2017 07:10

Massacre Alvinegro

Neste domingo dia 30 de julho em General Severiano o Botafogo recebeu o ABVRJ em partida válida pela fase de classificação do campeonato master + 45. O Botafogo vinha liderando o campeonato de maneira invicta e recebeu um adversário que contava com apenas uma vitória na competição.

 fogo master45

O Jogo:

A bola subiu e não demorou muito para que se pudesse perceber que não seria hoje que o Fogão iria perder a invencibilidade.

O primeiro período terminou 32 x 7 para dos donos da casa, e a reação natural de qualquer um é tecer críticas ao adversário. No entanto, diante de uma campanha tão forte da equipe do Botafogo é de suma importância reconhecer o trabalho daqueles que enfrentam e bem uma equipe tão forte.

Dito isso o esforço de jogadores como André Barbosa, que foi o jogador com maior tempo de quadra entre as equipes e saiu com 13pts, 4reb e 2ass. Ou ainda de Gilberto, o jogador mais eficiente do ABVRJ que terminou a partida com 12 pontos de eficiência, merecem destaque.

Mais destaque ainda merece a campanha do Botafogo. A equipe alvinegra proporciona um espetáculo a cada jogo.

No último domingo, excedeu as expectativas com atuações brilhantes de Alberto, Andrew e José Alves o time alvinegro estabeleceu o recorde de pontos na temporada e deu um alerta claro a todos que disputam a competição. Se alguém dificuldade de entender eu traduzo: "Lutem pelo segundo lugar porque o primeiro já tem dono”.

Fim do jogo 133 x 55

Ao ABVRJ cabe esquecer este duelo ignorar a surra e buscar a recuperação contra o próximo adversário. Por que é evidente que esse placar não traduz a qualidade de sua equipe.

Destaques:

Alberto Leite (Botafogo): 31pts, 13reb, 12ass e 3rou;

Andrew (Botafogo): 38pts, 5reb, 6ass e 1rou;

José Alves (Botafogo): 26pts, 2reb, 6ass e 1 rou.

A equipe do Botafogo Máster +45 vai fazendo um campeonato impecável e segue invicta na competição. O time liderado por Pelézinho e Alberto, mostra que a tendência é o time chegar invicto nos playoffs.

bfr 45 2

Página 4 de 4
Top