Segunda, 30 Novembro -0001 00:00

Com atuação brilhante de Walcir e Mingão o Vasco supera os gigantes do Jequiá Featured

Written by

As rodadas com transmissão online são um grande festa na LSB. E pra fechar essa rodada com chave de ouro tivemos um convidado ilustre. Israel Machado, pivô do Jequiá Iate Clube, recebeu uma linda homenagem de seu clube e foi ovacionado pelos presentes em comemoração ao 30º aniversário do ouro nos Jogos Pan Americanos de 1987.

Passada a homenagem a bola subiu pra Vasco e Jequiá um confronto importante da fase de classificação do Master + 45.

vasco x jequia

O Jogo:

 

1º Período:

Antes mesmo do início da partida o caminho da vitória do Jequiá parecia óbvio, aproveitar-se do seu trio de pivôs: Marcelão, Marcio Paulo e Israel para primeiro, aproveitar-se da baixa estatura do Vasco da Gama; e segundo minar as forças de um dos seus principais jogadores (Mingão), que teria muito trabalho pra lidar com os três pivôs. Além de estabelecer o ritmo de intensidade mais alto possível, aproveitando da sua possibilidade de rodar o banco em detrimento do adversário que tinha apenas dois atletas entre os suplentes.

E foi exatamente cumprindo a primeira parte da estratégia que o Jequiá abriu rapidamente 11 x 2. Obrigando o Vasco da Gama a parar o Jogo.

Para os Vascaínos o pedido de tempo era uma faca de dois gumes: pedi-los seria inevitável pra descansar a equipe que não tinha muitos suplentes, no entanto ter que fazê-lo por recurso técnico era gastar uma bala preciosa.

Bom este tiro em especial foi certeiro. o Vasco que voltou do tempo era outro e viu seu principal jogador na competição (Lorinho), tomar conta da partida e vaporizou a vantagem do adversário pra fechar perdendo por 19 x 17.

 

2º Período:

O fim do primeiro quarto acabou de maneira providencial para o Jequiá que não parecia ter meios para conter a reação do Vasco.

Com a pausa para o segundo quarto, Jequiá conseguiu se equilibrar e voltar a trocar com pontos com o Vasco, que graças aos esforços do Mingão que conseguiu disputar os rebotes com o forte garrafão do Jequiá, fechar à frente, 36 x 35.

 

3º Período:

Se o Jequiá encontrou o caminho para as cestas, continuava sofrendo pra parar o ataque do Vasco da Gama.

O time da colina pode contar com Walcir saindo do banco para promover um verdadeiro estrago da defesa do Jequiá. Assim mantendo o Vasco com a vantagem mínima para o início do último período, 51 x 50.

 

4º Período:

Como toda grande partida os ânimos se exaltaram, com direito a forte desentendimento entre Lorinho e Marcelão. o aproveitamento das duas equipes continuou muito bom, e ambas se revezavam no comando do marcador.

 

Contudo, nos segundos finais o Vasco pode contar com a frieza de Reinaldo para converter um lance livre e depois ainda converter uma bandeja para garantir a vitória do time da cruz de malta. Final 73 x 69.

 

Destaques:

Walcir (Vasco da Gama): 23pts, 5reb, 7ass e 1rou;

Mingão (Vasco da Gama): 3pts, 14reb, 6ass, 6rou e 3toc;

Reinaldo (Vasco da Gama): 17pts 3reb e 1ass;

Marcelão (Jequiá): 17pts, 15reb, 4ass, 2rou e 2toc;

Marcio Paulo (Jequiá): 10pts, 6reb, 2ass e 2rou;

Israel (Jequiá): 5pts, 12reb, 1ass, 2rou e 1toc.

Read 101 times
Top