unf

No domingo na Arena da Juventude em Deodoro, o União Nova Friburgo recebeu o Queimados Warriors e venceu por 58-56. O confronto mais esperado da Liga B, começou com os dois times se estudando bastante. Porém, aos poucos vimos qual seria a estratégia de ambos. O time da Baixada Fluminense apostava nas suas bolas do perímetro e a equipe da Região Serrana nas suas infiltrações. O placar foi apertado durante todo o jogo, até que na última bola o Everton (12 pontos e 12 rebotes) forçou uma infiltração do lado direito do garrafão e a bola mansamente caiu para dar a vitória para o Nova Friburgo.

Veja alguns lances do jogo e a entrevista com o jogador Taylan Neves.

Published in Liga B

IMG 20180805 145334679 BURST001

No domingo na Arena da Juventude, a ESPM enfrentou o Queimados Warriors e venceu por 61-54. O jogo tinha tudo para ser muito complicado para a equipe da ESPM, mas o time conseguiu colocar rapidamente na partida uma boa defesa e contou com um baixo aproveitamento da boa equipe de Queimados. Vale ressaltar que os Warriors estavam desfalcados do Eduardo Banana e Luiz Felipe, mas a equipe da ESPM mostrou uma boa rotação ofensiva e uma sólida proteção do seu garrafão. Não passando nenhum grande susto no jogo.

O destaque do jogo foi o Alexandre Amaral com 24 pontos e 12 rebotes. Por sinal, ele é um dos poucos jogadores da categoria que possui uma média de duplo-duplo, com 14.7 pontos e 12.7 rebotes.

Published in Liga B

tb

O final de junho está chegando e a Liga B está mais disputada do que nunca. Essa é uma das categorias mais imprevisíveis da Liga Super Basketball (LSB), onde praticamente não existe favoritos. Mas alguns times estão fazendo bem o trabalho dentro de quadra, como o Queimados Warriors, The Brothers e o Jequiá.

Os três times são os únicos invictos depois de cinco jogos entre os 39 times da Liga B. Algo impressionante a essa altura do campeonato.

A equipe do Queimados lidera o grupo C com seis vitórias. O grande destaque do time é o ala Gabriel da Silva, que tem médias de 17.8 pontos e 5.7 rebotes em seis jogos. Vale ressaltar, que o time do Warriors foi uma das equipes que mais trouxeram novos jogadores e entram forte para a briga pelo título e acesso ao Estadual Amador.

O time do The Brothers é mais uma equipe que não perde a cinco jogos pelo grupo D, mas o time não lidera o grupo pois o Jequiá tem um jogo a mais. O ala Daniel Maciel é o destaque do The Brothers com médias de 14 pontos, 8 rebotes, 4 assistências e 3.4 roubos de bola nos cinco jogos.

Pelo lado do Jequiá, o time da Ilha do Governador tem como o destaque o pivô Daniel Pantoja com 13.5 pontos e 7.5 rebotes em seis jogos. A equipe segue líder no grupo e o confronto entre as duas equipes invictas devem acontecer no dia 15/7. Será que até lá os dois times vão estar invictos? E o Queimados Warriors vão conseguir terminar a temporada regular como líder e até invicto do seu grupo? Só o tempo pode nos dizer!

Published in Liga B

queimados

Na segunda partida do domingo no Sport Club Mackenzie, a equipe do Queimados Warriors enfrentou o Drink Team. A partida marcou a estréia do armador Augusto Pablo pelo o time da baixada fluminense e com ele fazendo 11 pontos, o time do Queimados venceu por 64-53. Mas o grande cestinha do time foi o Tiago Paulino, ele fez 17 pontos.

Veja alguns lances e a entrevista com o Augusto.

Published in Liga B

Playoffs Miecimo 52

Além das partidas que vão ser transmitidas na segunda-feira na Arena Carioca, a Liga Super Basketball (LSB) vai oferecer uma clínica de basquete voltada aos jovens da Baixada Fluminense na manhã de segunda.

Serão 30 garotos de 3 projetos sociais (Athletic Meriti, Queimados e Rappers), que farão diversas atividades durante o dia, que são:

  • Clínica de basquete focada no aperfeiçoamento de fundamentos básicos com o Professor Rodrigo Estrela da Pick and Roll Brasil
  • Visita guiada as arenas Olímpicas
  • Palestra com profissional da área de psicologia
  • Jogo no palco Olímpico Arena Carioca 1

A clínica faz parte do lançamento da LSB OBEM, que mais para frente iremos falar com calma.

Esse evento trará para esses jovens uma oportunidade incrível e que pode servir para que eles se apaixonem cada vez mais pelo o esporte.

Os representantes de cada projeto, deu a sua opinião sobre essa clínica.

- O convite da LSB é muito importante para a gente. Pois as nossas crianças da baixada são carentes de eventos sociais e aqui na cidade de Queimados, estamos sempre participando desses eventos. Por que sabemos a importância para uma criança dessa. Eu mesmo me recordo do primeiro dia que pisei no Maracanãzinho, quando era bem garoto para pode jogar uma competição e eu jamais esqueci daquele dia. Naquele dia eu tive a vontade de virar um jogador profissional, por que eu joguei na quadra onde jogavam os profissionais e eles vão ter essa oportunidade de participar de uma clínica e um jogo, onde foi o palco da final das Olimpíadas 2016. Isso é muito importante para eles – disse Bruno Freire, representante do projeto de Queimados.

- Ficamos surpresos com o convite por se tratar de uma instituição que promove o basquetebol de maneira impecável no Estado do Rio de Janeiro, e mesmo com toda grandeza, conseguiu nos enxergar em São João de Meriti. Muitos alunos conhecem a Arena Carioca pela Televisão, agora poderão, além de conhecer pessoalmente, jogar no Palco das Olimpíadas de 2016 por onde passaram os melhores atletas de basquetebol do mundo representando seus respectivos países. Acho que todos que jogam basquete se imaginam/sonham jogando nos grandes ginásios, conosco não é diferente. A LSB está realizando o sonho de muitos jovens e o nosso também. Tenho certeza que será um dia marcante para o Athletic Meriti. Eu e o professor Diogo Luciano temos nos empenhando para que o projeto esportivo continue dando certo, também contamos com a dedicação da Bruna Eloi, que nos ajuda remotamente com a parte burocrática. Tenha certeza que esse convite foi recebido com muita alegria por nós. Agradecemos à LSB pelo convite – disse Robson Lourenço, representante do Athletic Meriti.

- Em primeiro lugar, agradecer a LSB por proporcionar aos nossos alunos e jogadores essa oportunidade única na vida deles, em poder participar de um evento dessa magnitude. Para nós representante dos Rappers é imensurável, é a confirmação que estamos no caminho certo e poder ver nossos jovens e adolescentes participar dessa clínica é essencial para que nossos alunos possam conhecer mais do basquete e principalmente a importância de praticar um esporte tão nobre – disse Carlos Marins, representante do Rappers Basketball.

Os atletas do Rappers também mostraram muita felicidade de participar da clínica e falaram um pouco sobre essa oportunidade.

- A LSB é a melhor liga de basquete do RJ por isso. Cria eventos e sempre eleva o basquete da base carioca! Certamente a liga é um ótimo lugar para obter experiência e desenvolver mais ainda o meu basquete – disse Natan Freire.

- Eu agradeço a LSB por essa oportunidade, eles nos deram a chance de mostrar do que somos capazes de fazer e pessoalmente me deram a oportunidade de jogar com os melhores jogadores que já conheci, meu time – disse João Amaro.

IMG 4668 2

Então, não perca! Segunda-feira também é dia de clínica de basquete

Published in Informações Gerais

No domingo o Queimados Warriors enfrentou o Meriti Falcons pelas quartas de final da Copa Baixada em Queimados e perdeu por 69-58. O Meriti Falcons enfrenta o Anchieta Fears na semifinal.

Esse era o confronto mais esperado do dia. As duas equipes já mostraram na competição a sua força e como podem ser mortais quando conseguem impor o seu ritmo de jogo e quem pode ir ver a partida, se deliciou com um belo confronto.

Imaginávamos que seria um jogo disputado do começo ao fim, mas não foi isso que o Falcons apresentou logo no início. O time comandado pelo Jorge “Pupa”, mostrou a sua organização no ataque característica e conseguia espaçar bem a quadra para facilitar as rotações. A equipe conseguiu abrir 30-14 no primeiro período, graças as bolas do perímetro e o Warriors não mostravam ferramentas defensivas para conter as bolas de três pontos. Por sinal, o Falcons acertou 8-22 e o Warriors somente 3-25 nas bolas do perímetro.

O Warriors tentava usar bastante as jogadas no high post e low post com o Moisés Diórginis e Gabriel da Silva. Por sinal, eles foram as principais armas no ataque do time de Queimados. Mesmo jogando bem no segundo período, a equipe fez somente 12 pontos e somados com o primeiro período, a equipe não conseguia superar o primeiro período do Falcons.

Na volta do segundo tempo, o Warriors voltou determinado a reverter o placar e embalado pela torcida presente, o time conseguia forçar turnovers e compactava bem a sua defesa. Aliado ao bom rendimento no ataque, principalmente com as jogadas mais perto do garrafão e arremessos do mid-range, a equipe venceu o terceiro período por 15-7.

Quando o último período começou, o Warriors conseguiu manter o mesmo ritmo do período passado e tudo se encaminhava para uma virada histórica na Copa Baixada. A equipe chegou a conseguir a virada no meio do último quarto, mas quando tudo parecia que ia dar certo para o time da casa, veio a peça mais importante do Meriti Falcons: a organização.

Mesmo chegando a estar atrás no placar, o time não se desesperava e parecia que sabia que a oportunidade de retomar a liderança ia aparecer e foi isso que aconteceu. No final da partida, o Warriors escolheu mal os ataques e forçou arremessos. A cada erro, o time era punido com um ataque efetivo do Falcons e quando a equipe visitante conseguiu retomar a liderança no placar, ela nunca mais foi alcançada.

Os destaques da partida foram o Patrick Barbosa com 21 pontos e Leonardo Ferreira com 9 pontos, 6 assistências e impressionantes 18 rebotes

Published in Estadual

No domingo (07/01), tivemos os primeiros jogos da Copa Baixada do ano e temos alguns destaques para você que perdeu os jogos que aconteceram no Colégio Metodista em Queimados.

Bad Angels 58 vs 62 Queimados

As duas equipes terminaram o ano passado com vitória e entraram em quadra para ver quem começaria com o pé direito no ano. Quem se saiu o melhor, foi o time da casa.

A equipe de Queimados só perdeu o segundo quarto e teve como destaque o Gabriel Silva. O armador terminou o jogo com 30 pontos e 3 rebotes.

Pelo lado do Bad Angels, o destaque foi o Augusto Pablo 18 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

BMC 63 vs 69 VQN

No confronto entre duas equipes que vivem o oposto na competição, o roteiro do ano passado segue intacto. O VQN conquistou mais uma boa vitória na Copa e o BMC segue sem vitória na competição.

O grande destaque da vitória do VQN foi o Wesley da Silva com 21 pontos, 10 rebotes e 3 assistências.

Pelo lado do BMC, o destaque foi o Matheus Rogério com 18 pontos, 3 rebotes e 2 assistências.

Atlântico 48 vs 44 Rappers

Em um jogo muito disputado, o Atlântico conseguiu uma vitória apertada sobre o Rappers. Em quartos apertados até o fim, o time do Atlântico conseguiu segurar a vitória mesmo perdendo o último quarto.

O grande destaque da vitória do Atlântico foi o Wellinton de Oliveira com 8 pontos e 3 rebotes.

Pelo lado do Rappers o destaque foi o Fernando Costa com 14 pontos e 4 rebotes.

Strong TX 40 vs 88 Meriti Falcons

Meriti que tinha estreado na Copa Baixada com derrota para o The Brothers, o time se recuperou muito bem logo no início do ano. A equipe fez o primeiro e o último quarto muito dominante e conquistou uma ótima vitória.

O grande destaque da vitória foi o João Bosco com 15 pontos, 10 rebotes e com 23 de eficiência.

Pelo lado do Strong TX, o destaque foi o Jefferson Oliveira com 17 pontos e 4 rebotes.

Published in Estadual

No sábado (25/11) teve a estreia da Copa Baixada com o confronto entre Queimados Warriors e VQN. Jogo disputado no Iguaçu Basquete Clube. No fim, o Queimados venceu o VQN por 53-42.

As duas boas equipes que disputaram a Liga B da Liga Super Basketball, estrearam na maior competição de basquete amador da baixada fluminense fazendo uma boa partida.

O nervosismo pela estreia na competição, foi evidente em ambas as equipes. Que comemoravam cada ponto convertido.

O primeiro tempo do jogo, foi de equilíbrio e apagão.

O primeiro quarto vimos as duas equipes ansiosas na finalização das jogadas e as jogadas começavam a fluir muito perto do aro. As jogadas de infiltrações era o carro chefe das duas equipes. Nesse primeiro quarto, vimos muito equilíbrio. As duas equipes terminaram empatadas em 12 pontos.

Mas como disse anteriormente, também teve o apagão e isso aconteceu com o VQN. A equipe que conseguia pontuar nas infiltrações e buscava fazer uma defesa muito forte, não conseguiu fazer nenhuma das duas coisas no segundo quarto. A equipe parecia ter perdido o foco nesse quarto.

Mal sabia eles, que esse quarto seria decisivo para o resultado final.

O time do Queimados que não tem nada a ver com isso, aproveitou bem e conseguiu vencer o quarto por 15-3.

Na volta do intervalo, a confiança que o time de Queimados conseguiu por causa do segundo quarto, ajudou demais a equipe a manter o bom ritmo no ataque. Foi o momento ideal para aparecer o grande destaque da equipe e do jogo: Gabriel Victor. Ele terminou a partida com 20 pontos, 3 rebotes e 4 assistências.

O time do VQN ainda tentou reagir no último quarto, mas mesmo a equipe do Queimados fazendo um quarto abaixo do esperado naquele momento, o time do Gabriel conseguiu segurar a vitória até o final.

Published in Estadual

No último domingo dia 29 de outubro a Vila Olímpica de Mesquita foi palco de 5 partidas dos playoffs da Liga B. A partida de abertura ficou por conta de Queimado Warriors x Basquete UERJ. O time da Universidade Estadual havia vencido o primeiro jogo e entrava em quadra para encerrar a série. Enquanto o Warriors lutava para manter o status de candidato ao título.

queimados empata com uerj

O Jogo

1º Período

Desde a primeira posse de bola as duas equipes mostraram  um ímpeto muito grande em atacar a cesta. É bem verdade que esse ímpeto se misturou a precipitação nas primeiras posses, mas não demorou muito para que ambas as equipes conseguissem encontrar espaços para pontuar em função desta postura agressiva.

Por falar em agressividade, a entrada do Marco Davi permitiu à UERJ elevar a agressividade defensiva no perímetro. Uma vez que o garrafão era muito bem protegido por Pablo Pereira, haja vista a sequência de tocos promovida no início do jogo.

A despeito disso, os Warriors movimentavam bem a bola buscando sempre encontrar situações de desequilíbrio coletivo para atacar a cesta ou encontrar um arremesso livre. Resultado 16 xv 11 para os Warriors.

2º Período

Como a moral elevada os Warriors voltaram pra quadra se impondo sobre a UERJ. O ponto alto sem sombra de dúvidas foi uma cravada sensacional de Moisés, que marcou um início de quarto sensacional do atleta, que começou o jogo meio sonolento.

Na tentativa de segurar um pouco o ânimo do Queimados o técnico da UERJ promoveu uma série de alterações.

As mudanças até diminuíram o ritmo do jogo, mas não a dominação dos Warriors sobre o jogo. O time de queimados foi para o intervalo vencendo por 30x17.

3º Período

Na primeira bola do segundo tempo os Warriors deixaram claro não haveria espaço para uma reação. na saída de bola com apenas dois passes rápidos Gabriel Silva saiu livre pra socar e abrir o marcador.

O desânimo da equipe da UERJ foi algo nítido, muito embora tenha tentado de todas as formas, não obteve êxito em diminuir a vantagem adversária. Tendo ido para o último período vencendo por 51 x 30.

4º Período

Com a vitória definida e a classificação encaminhada. Não nos restou muito mais que acompanhar a plasticidade do jogo de Moisés que continuou forçando o jogo como se precisasse fazer o placar. Final 62 x 44.

Destaques:

Gabriel (Warriors): 12pts,14reb, 5ass, 1rou;

Wagner (Warriors): 7pts, 13reb, 2ass, 5rou, 3toc;

Moises (Warriors): 19pts, 12reb, 1ass, 2rou, 2toc;

Felipe Nunes (UERJ): 9pts, 13reb, 2ass e 1rou;

Published in Liga B

Os playoffs da Liga B correm a todo vapor. Após uma primeira rodada extremamente disputada, às Oitavas de final chegam com um tempero a mais. As equipes de melhor campanha da fase de classificação (Mackenzie, São Gonçalo, The Brothers, Jequiá, FBMRJ, Hoops, Queimados e Imp. São Cristóvão), se juntam a disputa.

E esse post é exatamente pra falar sobre estas equipes. Desde as primeiras rodadas, as da fase de classificação, estas equipes se apresentaram como principais favoritas ao título da LIGA B e um eventual acesso ao Campeonato Estadual Amador, na próxima temporada.

playoffs liga b

Ocorre que, com a reta final da fase de classificação, e a primeira rodada de playoffs, as atenções se voltaram para outras equipes, deixando um pouco de lado esses ditos favoritos.

Sendo assim, resolvi um por um e ressaltar um aspecto de cada uma dessas equipes, que as tornam algumas das favoritas ao título da LIGA B:

Mackenzie: A jovem equipe do Méier, já provou mais de uma vez suas qualidades, com nomes promissores como João Vitor. E apesar de muitos verem sua juventude como um ponto fraco, acredito que um dos fatores que podem representar o desequilíbrio em favor da tradicional equipe do basquete carioca é o seu técnico. Felipe Alexandre é sem dúvidas um dos melhores (provavelmente o melhor técnico da LIGA B), o que pode eventualmente compensar a inexperiência dos atletas e impulsioná-los na disputa do título.

FMBRJ: Outro time de muita qualidade, que só terminou em segundo lugar no grupo, porque perdeu o confronto direto pro Mackenzie em uma partida que contou apenas com quatro jogadores a maior parte do tempo. Conta com uma arma nada secreta para brigar pelo caneco, Rafael Pougy. O pivô foi o único jogador da LIGA B a ser convocado para seleção da LSB, e ao lado de Diego Santana são o esteio desta equipe.

São Gonçalo: Sem sombra de dúvidas é o time menos badalado entre os oito que iremos citar, mas isso não quer dizer que é menos perigosa. As esperanças da Equipe de São Gongo, reside na dupla Paulo Renato e Felippe Rodrigues. Juntos os atletas combinam para uma média de 23,83pts, 10reb 4,67ass, 6,83rou, 0,67toc por partida.

Queimados Warriors: Outro time que desperta bastante atenção é os Warriors. A equipe de Pezão, Duda e Moises, chama bastante atenção pela qualidade, mais chama ainda mais pela velocidade de seu jogo. Somando a isso o atleticismo de alguns atletas, o ritmo imposto pelo time laranja e roxo pode ser uma ferramenta mortal na disputa pelo título.

The Brothers: Uma equipe tradicional, sempre cotada entre as favoritas, tem grandes nomes que sempre são alvo da atenção de seus adversários, como Leonardo MIB e Diego Henrique. No entanto, acredito que um dos ponto mais fortes desta equipe esta na dupla Daniel/Erick. Ambos são jogadores pouco badalados mas que tem um basquete extremamente consistente. E diversas vezes aparecem como opções de segurança nos momentos mais críticos da equipe. Fazem pouco barulho mas com um basquete gigante.

Império São Cristóvão: Impossível falar de Império São Cristóvão, e não falar de Rafael Assis da Silva, ou como o basquete carioca aprendeu a chamar Rafael Hambúrguer. Não fosse suficiente o apelido cativante, o jogo dele também é arrebatador. Um pontuador nato, ostenta a quarta colocação em média de pontos por jogo, tudo isso sem perder o controle de sua equipe, o que se vê refletido em outros números como o fato de ser um dos 10 jogadores mais eficientes da competição.

Jequiá: Antes de mais nada, cabe esclarecer que a equipe do Jequiá é a atual vice campeã do Campeonato Estadual amador, e só não está disputado junto à “elite” da LSB, por uma opção administrativa da própria equipe, que sofreu baixas importantes no seu elenco. Só por isso, já conseguimos corroborar a qualidade do time da Ilha do Governador. Contudo, um ponto que sempre pesa Jequiá é o fator casa. Quem já jogou playoffs, na casa do clube alviceleste, sabe como o ambiente pode ser um fator relevante em uma disputa tão importante.

Hoops: Por último, mas com certeza não menos importante o Hoops Basketball é uma equipe que merece ser respeitada. Outro time que também não chama muita atenção, a equipe comandado por Gabriel Mineiro tem se mostrado bastante equilibrada e capaz de lidar com momentos adversos com bastante frieza. um fator preponderante quando falamos de playoffs.

Published in Liga B
Top