IMG 20180811 170650972

No último sábado na Vila Olímpica Mesquita, o The Brothers enfrentou o Strong TX e venceu por 63-43.

O jogo mais importante do Grupo D, foi o mais tenso do dia. O The Brothers entrou em quadra buscando se manter invicto na temporada, para isso teria que superar o Strong TX e toda a rivalidade que acompanha esse confronto.

No começo do jogo, vimos o Strong mais atento e pilhado em quadra. Aproveitando todas as falhas que o The Brothers apresentava. Apostando em lançamentos longos e jogadas de média distância.

O The Brothers não conseguiu conter as jogadas no primeiro quarto, mas quando o time conseguiu trabalhar melhor a bola no ataque e usar as jogadas no high post com eficiência, a equipe mostrou o por que é o líder do grupo e um dos times a ser batido na categoria.

Quando o time conseguiu se achar no ataque, a defesa ficou mais atenta e não sofreu mais pontos com lançamentos longos e também conseguiu se compactar melhor.

A equipe do Strong TX começou a mostrar ansiedade em quadra e viu a diferença no placar ficar maior. O time não mostrava reação e a derrota foi iminente.

O destaque do jogo foi o Thiago Clarense com um duplo-duplo. Ele fez 10 pontos e pegou 18 rebotes.

Published in Liga B

No último domingo o Strong TX estreou na temporada 2018 da Liga B da Liga Super Basketball, vencendo o Ilha Rhinos no Ginásio Zenny de Azevedo em Campo Grande.

Depois da partida eu pude bater um papo com um dos destaques da partida, o lateral Gabriel Batista que, chegou pra dar mais consistência a equipe, e parece não ter demorado pra se entrosar com os companheiros.

 

 

Diogo Aquino: Parabéns pela partida!
Gabriel Batista: Fala mano! Muito obrigado.


DA: Então foi a estreia de vcs, saiu como o esperado?
GB: Saiu sim, graças a Deus. Tava ansioso, tivemos muitos erros, mas vamos trabalhar isso nos treinos.

DA: Você era muito identificado com o The Brothers, como foi essa mudança?
GB: É uma mudança muito grande, apesar de conhecer alguns jogadores do Strong, no TBB eu jogava à anos com as mesmas pessoas: Daniel ,MIB, Erik, Vitor e etc...
Mas acho que foi uma mudança pra melhor.

DA: Legal! Mas na estréia já deu pra ver uma sintonia com o Luizão. Foram vários passes de ponta a ponta pra você bandejar. De onde vem o esse entrosamento?
GB: Luizão já conheço à anos, essa sintonia vem das peladas que jogávamos,  ligação direta como chamamos.

Nos treinos também conversamos muito sobre isso, passes longos , 1 e 2 que é o famoso dá a bola no pivô e passa pra receber.

Mas o time tá de parabéns, fizemos nosso dever de casa.

DA: Obviamente vocês são uma equipe em processo de montagem, e que chegam na competição sem ninguém apontá-los como favoritos. Qual é a real pretensão do Strong TX nesta temporada?
GB: Estávamos conversando isso ontem, sempre que eu entro em um time, eu penso em ser campeão, não importa o que as outras equipes vão dizer. Estamos bem estruturados pelos nosso líder de equipe, a pretensão do Strong TX é vencer cada jogo que vamos jogar. E lá na frente nós vamos encontrar o resultado que esperamos.
Entramos como elemento surpresa isso é bom.


DA: Gabriel desejo toda sorte na temporada, e espero bater papo com você mais vezes durante a temporada.
GB: Beleza pode contar, foi muito bom o papo.

Published in Liga B

No último domingo dia 11 de março de 2018, mais uma vez o Complexo Esportivo Miécimo da Silva abriu as portas do Ginásio Zenny de Azevedo, para abrigar uma rodada da LSB.

A primeira partida do dia contou com Ilha Rhinos enfrentando o Strong TX. As duas equipes faziam a sua estréia na temporada.

Strong TX

 

O jogo:

 

1º Período:

A bola subiu e o time da Ilha começou acelerado. Com uma boa combinação inicial, abriu seis a zero no marcador, obrigando os adversários à subir o nível de intensidade.

E mesmo ainda tendo cometido alguns erros de passes, por absoluta falta de atenção o Strong TX, ainda teve forças para igualar as ações e virar o placar, indo para o intervalo vencendo por 15 x 14.

 

2º Período:

Ainda na pegada da reação o Strong TX assumiu um relativo domínio do jogo abrindo boa vantagem no placar.

Contudo a vantagem parece ter feito mal ao TX, que voltou a apresentar aqueles erros bobos, que não foram perdoados pelo Ilha Rhinos que cortou a vantagem e obrigou o Strong TX a pedir tempo, para o jogo e arrumar a casa.

O tempo parece ter funcionado uma vez que o TX voltou a abrir uma vantagem de duas posses de bola.

No entanto, no fim do quarto o Ilha Rhinos comandou uma reação que garantiu que as equipes fossem para o intervalo separadas por apenas uma posse de bola (Strong TX 29 x Ilha Rhinos 26).

 

3º Período:

Na volta do intervalo o Strong TX jogou o seu melhor basquete ofensivamente falando. O cuidado com a posse de bola, somada a ótima movimentação de Gabriel Batista, permitiu que pudéssemos ver lindos lances, como os touchdown pass de Luizão para Gabriel Batista.

E por falar nisso Gabriel foi simplesmente mortal em seus contra ataques. Ele usou e abusou da correria, uma vez que o adversário não apresentava qualquer conceito de balanço defensivo. Como resultado o Strong TX chegou a abrir 10 pontos, sua maior vantagem na partida, terminando o quarto vencendo por 48 x 38.

 

4º Período:

Atrás no marcador durante quase toda partida o Ilha Rhinos começou acelerado, na tentativa de buscar uma reação.

Contudo, vontade e nervosismo se se confundiram a medida que nos primeiros 3 ataques a equipe desperdiçou 3 lances livres e cometeu uma falta técnica. O que acabou por esfriou a tentativa de reação e acabou por reafirmar o status quo.

Depois desse início conturbado, com mais choques q cestas, o Ilha Rhinos  voltou a reagir cortando a diferença para apenas cinco pontos obrigando o técnico do Strong TX a gastar seu último pedido de tempo.

Depois do tempo o jogo voltou a ficar truncado o que permitiu ao TX voltar a abrir oito pontos. Aí foi a vez do Ilha Rhinos gastar um pedido de tempo, para tentar sua última reação com 1:51 para o fim da partida.

Final vitória do Strong TX por 66 x 54.

 

Destaques:

Luisão (Strong TX): 7pts, 18reb, 4ass e 18ef;

Gabriel Batista (Strong TX): 17pts, 3reb, 2ass, 1rou e 10ef;

José André (Rhinos): 21ots, 4ass, 9rou e 16 ef.

Published in Liga B

Na manhã deste domingo em Anchieta, o Strong TX enfrentou o Atlântico em mais uma rodada da Copa Baixada e o Strong TX venceu por 67-56.

As duas equipes fizeram um confronto equilibrado no primeiro tempo. Os times mostraram muita vontade em quadra, mas faltava uma finalização de jogada melhor.

Os times buscavam finalizar bastante as jogadas dentro do garrafão, já que as bolas do perímetro não chegaram a 15% de acerto. As infiltrações laterais, foram as melhores opções para as duas equipes.

Porém, o time do Strong TX conseguia atrapalhar as conclusões do Atlântico e teve ajuda do ótimo desempenho do Jefferson Oliveira em quadra. Ele terminou com 19 pontos, 8 rebotes e 4 assistências.

Com o Jefferson chamando a responsabilidade no ataque, o time conseguiu fazer um ótimo terceiro quarto (19-3) e dar praticamente dois passos para conseguir a vitória.

O Atlântico teria que buscar uma reação no último quarto, mesmo vencendo por 17-11, o time não teve forças para reagir em quadra. A falta de uma boa rotação no ataque e a não compactação defensiva sendo feita, prejudicaram a reação da equipe.

Published in Estadual

No domingo (07/01), tivemos os primeiros jogos da Copa Baixada do ano e temos alguns destaques para você que perdeu os jogos que aconteceram no Colégio Metodista em Queimados.

Bad Angels 58 vs 62 Queimados

As duas equipes terminaram o ano passado com vitória e entraram em quadra para ver quem começaria com o pé direito no ano. Quem se saiu o melhor, foi o time da casa.

A equipe de Queimados só perdeu o segundo quarto e teve como destaque o Gabriel Silva. O armador terminou o jogo com 30 pontos e 3 rebotes.

Pelo lado do Bad Angels, o destaque foi o Augusto Pablo 18 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

BMC 63 vs 69 VQN

No confronto entre duas equipes que vivem o oposto na competição, o roteiro do ano passado segue intacto. O VQN conquistou mais uma boa vitória na Copa e o BMC segue sem vitória na competição.

O grande destaque da vitória do VQN foi o Wesley da Silva com 21 pontos, 10 rebotes e 3 assistências.

Pelo lado do BMC, o destaque foi o Matheus Rogério com 18 pontos, 3 rebotes e 2 assistências.

Atlântico 48 vs 44 Rappers

Em um jogo muito disputado, o Atlântico conseguiu uma vitória apertada sobre o Rappers. Em quartos apertados até o fim, o time do Atlântico conseguiu segurar a vitória mesmo perdendo o último quarto.

O grande destaque da vitória do Atlântico foi o Wellinton de Oliveira com 8 pontos e 3 rebotes.

Pelo lado do Rappers o destaque foi o Fernando Costa com 14 pontos e 4 rebotes.

Strong TX 40 vs 88 Meriti Falcons

Meriti que tinha estreado na Copa Baixada com derrota para o The Brothers, o time se recuperou muito bem logo no início do ano. A equipe fez o primeiro e o último quarto muito dominante e conquistou uma ótima vitória.

O grande destaque da vitória foi o João Bosco com 15 pontos, 10 rebotes e com 23 de eficiência.

Pelo lado do Strong TX, o destaque foi o Jefferson Oliveira com 17 pontos e 4 rebotes.

Published in Estadual
Top