Na última temporada Gabriel Dutra foi o técnico mais premiado da LSB, campeão no Feminino, vice campeão no Campeonato Estadual Amador, eleito melhor treinador em ambas as competições, apesar desta e de outras honrarias Gabriel Dutra e o Municipal tiveram que lidar com uma grande frustração. Depois da grande expectativa que se criou pelo título do Campeonato Estadual Amador, em razão da excelente campanha do Municipal na fase regular da competição. A derrota na final para o Kobras adiou o sonho da equipe tijucana e de seu treinador que agora entram na temporada em uma condição de favoritismo.

municipal

Por tudo isso, tive a oportunidade de bater uma papo com o treinador sobre suas expectativas para a temporada 2018:

 

Diogo Aquino: Já abriu a temporada com um título (o Municipal venceu o Big 4, torneio preparatório para a temporada). É o primeiro de muitos?

Gabriel Dutra: Espero que sim, foi legal ontem, foi um jogão, passamos um perrengue, quase não deu pra virar no final.

 

DA: Com a chegada das novas peças, você acha que vai conseguir chegar ao mesmo nível de desempenho coletivo que atingiu na temporada passada:

GD: Eu acho que o time ainda não é melhor que o do ano passado, mas acho que vai ser. Mais intenso, mais rápido eu acho que dá pra ser melhor.

 

DA: Desejo boa sorte na temporada, você tem mais material humano agora, mas isso não torna o caminho pra conquista do título mais fácil né?

GD: O objetivo é esse, ter profundidade no elenco.

 

DA: Na temporada passada você teve alguns problemas pra treinar, nesta temporada acredita que terá mais condições de preparar sua equipe?

GD: Espero que sim, diminuímos categorias pra podermos trabalhar numa realidade melhor. Não pra trabalhar menos, mas para trabalhar melhor dentro da nossa realidade,

 

DA: Novamente muito obrigado por dispor seu tempo pra me atender.

GD: Nada, se precisar é só chamar.

Published in Estadual

26165279 10213751653999099 7278838538853449292 n

Neste domingo, o atual campeão do Livre Feminino vai estrear na Liga Super Basketball (LSB) contra o Duque Kings na Arena Carioca 3.

A equipe comandada pelo Gabriel Dutra, vai entrar em quadra querendo mostrar que vai brigar firme pelo bicampeonato. O time sofreu algumas alterações importantes, como a saída da Maria Luisa (peça importante para o título do ano passado) e a chegada da Nathalynha, jogadora que teve uma ótima passagem pela seleção de base e na Mangueira.

Pelo lado do DK, a equipe conta com a Juliana Ribeiro (sua principal jogadora) para que o time consiga ter um desempenho melhor do que do ano passado. A equipe chega nessa temporada mais experiente do que o ano passado e já vai começar a temporada regular pegando um dos times favoritos ao título.

Será que o DK vai começar com o pé direito a temporada e vencer o atual campeão ou veremos o Municipal mostrando a sua força e dando o seu cartão de visitas a categoria feminina.

Published in Livre Feminino

A temporada passada sem dúvidas alçou Daniel Batista a um patamar de destaque no basquete carioca. As atuações do Ala Armador levou o Municipal à melhor campanha da temporada regular e direcionou todos os holofotes para o time da Zona Norte.

Nesta temporada o desafio é ainda maior, e a vontade de vencer parece ter acompanhado esse crescimento. Tudo isso pode ser conferido na entrevista abaixo:

municipal

 

Diogo Aquino: Antes de mais nada queria te parabenizar pela última temporada, você realmente jogou demais, como enxergou esse desempenho?

Daniel Batista: Primeiramente obrigado, isso significa muito vindo de você.

O desempenho foi resultado de todo esforço que fiz, durante os treinos, sou bem dedicado e focado em melhorar todo dia. É muito gratificante ver todo o trabalho duro que fiz dar resultado nos jogos.

O meu desempenho vem muito também do meu técnico Gabriel Dutra e dos meus companheiros de equipe, que me botaram em uma boa situação para eu ter resultado dentro da quadra.

 

DA: Sua dedicação é bem famosa, não é só o Gabriel (Dutra), quem  te elogia neste sentido. Outras pessoas que já trabalharam com você, também falam do seu esforço, de onde vem esse comprometimento?

DB: Vem da minha vontade de realizar meu sonho, de ser jogador profissional, por isso corro atrás todos os dias. Sempre tem algo pra melhorar, nunca estou satisfeito.

 

DA: Legal ouvir isso, você tem td pra conquistar. Agora ainda sobre a temporada passada, vocês foram a sensação mas o título não veio. Como foi lidar com essa frustração?

DB: No fim do dia demos nosso máximo em todos os jogos, foi um ano bom pra equipe, infelizmente não ganhamos o título, mas tivemos um campeonato muito bom e foi muito divertido jogar ao lado do meu time inteiro.

 

DA: Como equipe vocês foram realmente demais, pareciam invencíveis em certa altura da fase regular. No entanto,  nos playoffs todos sentimos que vc precisava de mais ajuda pra pontuar. Nesta temporada as ajudas vieram, JP, Pietro, Marchon... Vc sente q tera mais espaço pra jogar agora que tem mais gente pra dividir a responsabilidade?

DB: Esse ano vou assumir um papel maior de líder, estou trazendo mais a bola e sendo bem mais agressivo. Em relação aos jogadores que chegaram, o Pietro, não tenho palavras pra descrever o quanto ele é importante pro nosso time, reboteiro e defende muito, sem falar da química que ele tem comigo de anos. João Marchon também, pivô rápido, pula muito alto, um ótimo jogador no ataque e na defesa, JP nosso chutador de 3, sei que quando eu bater pra dentro vou poder soltar a bola nele confiante que ele vai matar, e por último mas não menos importante, Ygor, grande jogador no ataque, consegue chutar e infiltrar facilmente, na defesa ajuda bastante também, tem tudo pra ser um grande ano.

 

DA: Eu tb acho, espero que obtenha sucesso e nos brinde com grandes atuações como na última temporada.

DB: obrigado Diogo.

 

DA: Nada, gosto do teu jogo e do seu foco, torço por você.

DB: Obrigado, gosto do trabalho que você e a LSB estão fazendo também

 

DA: Legal, as vezes (quase sempre somos chatos), mas fazemos de coração pra tentar enaltecer o que vocês fazem na quadra.

DB: Chatos nada, o que vocês fazem é incrível, quase ngm faz isso.

 

DA: Muito obrigado.

DB: Obrigado vocês.cipal: obg vcs

Published in Estadual

IMG 6046

Na segunda partida da noite, tivemos o confronto entre o Municipal (vice-campeão no ano passado) e o reformulado Vila da Penha. No final, a equipe do Vila da Penha contou com um grande jogo do Herbert Izidoro e começou com o pé direito no Estadual, vencendo o Municipal por 67-54.

O confronto marcava o primeiro embate no ano do Gabriel Dutra e Ronaldo Caloeiro, além do grande confronto entre os playmakers Daniel Batista e David Brito.

O Vila da Penha começou a partida apostando nas jogadas dentro do garrafão, já que o time do Municipal que estava em quadra desde o começo era bem mais baixo. As jogadas no low post e back door, logo começaram a surtir efeito e atordoar o Municipal, que não sabia como conter essas jogadas. Além do trabalho dentro do garrafão, o time comandado pelo Ronaldo Caloeiro via o David Brito fazer belas jogadas na média distância. O armador usava bem os bloqueios no perímetro, para conseguir bons passes e espaços para que ele e seus companheiros pudessem pontuar.

Ofensivamente tudo estava dando certo e na defesa o bom rendimento continuou o mesmo do outro lado da quadra. Grande destaque ficou para Herbert Izidoro (14 pontos e 6 rebotes). Além de pontuar bem no ataque, o ala não deixava a vida fácil para o scorer Daniel Batista pontuar. Herbert fazia bem a cobertura quando o Daniel usava os bloqueios e atuou bem na marcação 1-1. Com o Daniel “anulado” e o ataque rendendo bem, ficou claro quem sairia vencedor no final da noite.

Pelo lado do Municipal, o time não mostrou tudo o que pode render nesse ano. Daniel teve um desempenho bem abaixo e faltou alguns jogadores aparecerem na partida. Sem o Daniel rendendo, outros jogadores deveriam ter buscado mais a partida. Mas nem tudo foi ruim. Ronaldo Luiz (15 pontos) e Ygor Dionísio (20 pontos), ajudaram bastante na pontuação da equipe e vimos o Pietro ajudando bem na defesa, roubando 4 bolas.

Mas as cestas dentro do garrafão (40-26) e os pontos dentro do garrafão (22-7), foram decisivos para o resultado positivo do Vila da Penha.

Published in Estadual
Sexta, 02 Março 2018 19:13

Preview - Municipal vs Vila da Penha

26230772 1616604195028959 5734467547194298713 n

No segundo jogo da transmissão desta segunda-feira na Arena Carioca 1, teremos o confronto entre Municipal e Vila da Penha.

28377695 1669227239766654 4658249091682063294 n

O Municipal que é o atual vice-campeão, chega nessa temporada querendo mostrar que o time tem tudo para chegar à final do Estadual mais uma vez. O time não conta com os titulares Rogger (lesionado), que volta em junho e Somália (foi para o Trovões). Porém, a equipe comandada pelo Gabriel Dutra tem novas caras no elenco. Vieram o armador João Paulo Ventura, o ala Pietro, o ala Ygor Dionisio e os pivôs Paulão e Moisés. Mas o principal jogador, continua sendo o Daniel Batista.

Sem o Rogger, Daniel tem um papel essencial em quadra. Ele é o principal pontuador da equipe e agora um dos grandes líderes desse time. Mesmo vindo de uma ótima temporada no ano passado, o Municipal vai estrear no Estadual Amador contra a forte equipe do Vila da Penha.

O Vila da Penha que terminou na terceira colocação do seu grupo no ano passado e acabou caindo para os Trovões nas oitavas, vem para essa temporada com novos nomes no elenco. Chegaram o Erick Camilo (passagens por pelo Paulistano, Basquete Cearense, Vasco e Macaé), Jefferson (ex-Botafogo e Santos) e trouxe um técnico experiente, o Ronaldo Caloeiro.

O time agora vai entrar em quadra, para tentar mostrar que o Vila da Penha pode chegar mais longe esse ano. Você confere a partida pelo Facebook e pelo YouTube às 18:00.

Published in Estadual

Ontém a noite no Clube Municipal, em partida emocionante, decidida na última bola os donos da casa venceram a Faculdade Gama e Souza, e de quebra asseguraram garante o primeiro lugar do grupo na fase de classificação.

municipal x trovoes

A equipe comandada pelo excelente Gabriel Dutra teve pouco tempo pra se recuperar do revés de domingo. Voltando à quadra nesta quarta-feira a equipe precisou se recompor rapidamente, para decidir sua posição na tabela de classificação.

Depois da derrota para a equipe do Niterói, ocorrida na última rodada. O Municipal dependia de uma Vitória, no embate desta quarta, para se garantir em primeiro do grupo A. Em caso de derrota, a equipe despencaria para a terceira posição, sendo ultrapassada pelo Niterói, algoz de domingo, deixando a primeira posição para o atual campeão Kobras.

No entanto, comandados por Rogger, que mais uma vez foi o melhor jogador em quadra o Municipal conquistou a vitória após um duelo do mais alto nível, uma verdadeira amostra do que os playoffs nos reserva.

A partida contou com uma série de atuações brilhantes. Por parte da Faculdade Gama e Souza tivemos: Victinho, com 21pts, 2reb, 4ass e 1rou; Colonoze, com 10pts, 8reb e 4ass; Beto Barros, com 12pts. 6reb e 1ass; e Rubens Martinelli, com 15pts, 6reb, 1ass e 1toc. Enquanto pelo Municipal os destaques foram: Rogger, com 22pts, 5reb, 5ass e 3rou; Somália, com 12pts, 6reb, 3ass, 3rou e 1toc; Robson, com 8pts, 13reb e 1ass; Patrick, com 12pts, 3reb, 1ass e 1rou; e Daniel, com 19pts, 3reb, 4ass e 1rou.

Com esse alto desempenho dos atletas o jogo foi ficando cada vez mais parecido com uma partida de xadrez, na qual Daniel Dutra e Bruno Space tiveram muito trabalho, principalmente nos minutos finais.

Por falar em  minutos finais, faltavam apenas 00:05 segundos para o fim, quando Daniel do Municipal, acertou uma bola de 3 pontos pra virar a partida e garantir a vitória a sexta vitóra da equipe na competição.

Se a fase de classificação terminou assim, imagine os playoffs.

Published in Estadual

Ontém a noite no Clube Municipal, em partida emocionante, decidida na última bola os donos da casa venceram a Faculdade Gama e Souza, e de quebra asseguraram garante o primeiro lugar do grupo na fase de classificação.

municipal x trovoes

A equipe comandada pelo excelente Gabriel Dutra teve pouco tempo pra se recuperar do revés de domingo. Voltando à quadra nesta quarta-feira a equipe precisou se recompor rapidamente, para decidir sua posição na tabela de classificação.

Depois da derrota para a equipe do Niterói, ocorrida na última rodada. O Municipal dependia de uma Vitória, no embate desta quarta, para se garantir em primeiro do grupo A. Em caso de derrota, a equipe despencaria para a terceira posição, sendo ultrapassada pelo Niterói, algoz de domingo, deixando a primeira posição para o atual campeão Kobras.

No entanto, comandados por Rogger, que mais uma vez foi o melhor jogador em quadra o Municipal conquistou a vitória após um duelo do mais alto nível, uma verdadeira amostra do que os playoffs nos reserva.

A partida contou com uma série de atuações brilhantes. Por parte da Faculdade Gama e Souza tivemos: Victinho, com 21pts, 2reb, 4ass e 1rou; Colonoze, com 10pts, 8reb e 4ass; Beto Barros, com 12pts. 6reb e 1ass; e Rubens Martinelli, com 15pts, 6reb, 1ass e 1toc. Enquanto pelo Municipal os destaques foram: Rogger, com 22pts, 5reb, 5ass e 3rou; Somália, com 12pts, 6reb, 3ass, 3rou e 1toc; Robson, com 8pts, 13reb e 1ass; Patrick, com 12pts, 3reb, 1ass e 1rou; e Daniel, com 19pts, 3reb, 4ass e 1rou.

Com esse alto desempenho dos atletas o jogo foi ficando cada vez mais parecido com uma partida de xadrez, na qual Daniel Dutra e Bruno Space tiveram muito trabalho, principalmente nos minutos finais.

Por falar em  minutos finais, faltavam apenas 00:05 segundos para o fim, quando Daniel do Municipal, acertou uma bola de 3 pontos pra virar a partida e garantir a vitória a sexta vitóra da equipe na competição.

Se a fase de classificação terminou assim, imagine os playoffs.

Published in Estadual

Ontém a noite no Clube Municipal, em partida emocionante, decidida na última bola os donos da casa venceram a Faculdade Gama e Souza, e de quebra asseguraram garante o primeiro lugar do grupo na fase de classificação.

municipal x trovoes

A equipe comandada pelo excelente Gabriel Dutra teve pouco tempo pra se recuperar do revés de domingo. Voltando à quadra nesta quarta-feira a equipe precisou se recompor rapidamente, para decidir sua posição na tabela de classificação.

Depois da derrota para a equipe do Niterói, ocorrida na última rodada. O Municipal dependia de uma Vitória, no embate desta quarta, para se garantir em primeiro do grupo A. Em caso de derrota, a equipe despencaria para a terceira posição, sendo ultrapassada pelo Niterói, algoz de domingo, deixando a primeira posição para o atual campeão Kobras.

No entanto, comandados por Rogger, que mais uma vez foi o melhor jogador em quadra o Municipal conquistou a vitória após um duelo do mais alto nível, uma verdadeira amostra do que os playoffs nos reserva.

A partida contou com uma série de atuações brilhantes. Por parte da Faculdade Gama e Souza tivemos: Victinho, com 21pts, 2reb, 4ass e 1rou; Colonoze, com 10pts, 8reb e 4ass; Beto Barros, com 12pts. 6reb e 1ass; e Rubens Martinelli, com 15pts, 6reb, 1ass e 1toc. Enquanto pelo Municipal os destaques foram: Rogger, com 22pts, 5reb, 5ass e 3rou; Somália, com 12pts, 6reb, 3ass, 3rou e 1toc; Robson, com 8pts, 13reb e 1ass; Patrick, com 12pts, 3reb, 1ass e 1rou; e Daniel, com 19pts, 3reb, 4ass e 1rou.

Com esse alto desempenho dos atletas o jogo foi ficando cada vez mais parecido com uma partida de xadrez, na qual Daniel Dutra e Bruno Space tiveram muito trabalho, principalmente nos minutos finais.

Por falar em  minutos finais, faltavam apenas 00:05 segundos para o fim, quando Daniel do Municipal, acertou uma bola de 3 pontos pra virar a partida e garantir a vitória a sexta vitóra da equipe na competição.

Se a fase de classificação terminou assim, imagine os playoffs.

Published in Estadual
Top