Terça, 08 Agosto 2017 00:00

Em despedida de Clara, Municipal vence o IBC Featured

Written by

No jogo válido pela categoria feminina disputado no Iguaçu Basquete Clube no sábado (05/08), a equipe da casa recebeu o Club Municipal. Veja como foi a partida.

RESUMO DO JOGO

O Municipal entrou na partida, desfalcado de atletas importantes. A equipe não contava com a presença da Bruna (lesionada), Carla (suspensão), Carol França (compromisso profissional) e a Thainá Karam (lesionada). Mesmo com esses desfalques, a equipe contava com 3 atletas convocadas para a seleção sub-17: Clara Campos, Ângela Beatriz e Débora Reis.

Essa partida tinha um outro valor para a equipe do Municipal, pois contava com a despedida da Clara. A shooting guard, anunciou que iria para o high school americano jogar em uma escola em Santa Ana.

Pelo lado do IBC, a equipe vem de uma derrota dolorida para a Sele-UFF e entrou na partida tentando se reerguer na categoria.

Mas quando a bola subiu, vimos o time comandado pelo Gabriel Dutra dando um nó tático na defesa do IBC. A rotação ofensiva e com diversas trocas de posições, fizeram com que o time iguaçuano não encaixasse a sua defesa na partida. A flutuação da Clara pelas laterais, o bom trabalho da Débora no garrafão e o ótimo desempenho da Luciana, Yasmin e Joyce, fizeram o Municipal pontuar bastante.

O primeiro tempo terminou 32-23 para o Municipal, mas foi o único momento que o time do IBC estava perto do placar. Quando a segunda etapa começou, o time tijucano fez 26-3 no terceiro quarto. Deixando claro que não iria deixar a vitória escapar.

O IBC mesmo com um grande destaque para a Scarlett Horrana e Thatyanne Gomes, não conseguiu conter o volume de jogo das meninas do Municipal.

O desempenho foi tão bom do Municipal, que a equipe teve toda as suas jogadoras pontuando e as titulares terminaram com mais de 10 pontos.

A partida acabou com o Club Municipal vencendo o IBC por 80-40 e dando um belo recado para os adversários da categoria.

No final da partida, pude conversar com a Clara. Ela falou sobre o Municipal e sobre a sua preparação para ir aos Estados Unidos.

“Eu sempre posso ser melhor, sempre tenho que dar mais e no Estados Unidos eu vou ser muito cobrada por isso. A minha passagem pelo Municipal foi ótima, entrar na LSB foi muito maneiro. Dá uma experiência muito boa, pois jogamos contra meninas mais velhas, é mais corpo a corpo, mais agressivo” disse a Clara. “Fui bem treinada pelo Gabriel, pelo Eduardo. Foi ótimo a passagem pelo Municipal, pude evoluir bastante e espero evoluir mais lá” completou a shooting guard.

A Clara falou também do futuro do Municipal.

“ A nossa categoria de base 16/17 tem chance de brigar muito para a frente, acredito muito nesse time. É um time muito bom e que tem muito a evoluir. Individualmente e coletivamente, a equipe possui peças incríveis. ”

O treinador Gabriel Dutra, pode falar sobre a vitória e sobre a saída da Clara.

“Eu disse para o pai da Clara: Nós não perdemos a Clara, a Clara ganhou a ida para o Municipal e a Clara ganhou a ida para os Estados Unidos. A gente graças a Deus fizemos parte desse processo e ela está encaminhada. Temos que trabalhar para encaminhar as outras. O basquete feminino do Rio de Janeiro está longe do ideal e esse é um passo que estamos dando do que deveria ser” disse o Gabriel. “Acho que com o time completo, devemos brigar de igual para igual no futuro. Vamos treinar constantemente para chegar nos playoffs fortes” completou o treinador.

Veja o box score da partida:

Muni

IBC

Read 425 times Last modified on Terça, 08 Agosto 2017 17:57
Felipe de Souza

Felipe Souza é o criador do site HSBasketballBR e co-criador do Live College BR. Ele escreve para o site americano D1Vision e para o Jumper Brasil. Faz trabalho de Scout nas horas vagas e acredita que o estudo diário do basquete, faz dele um profissional melhor.

https://twitter.com/HSBasketballBR
Top