“Somos muito mais que um time, somos uma família"
Conheça o Cesta Básica, vice-campeão do Master +35

Quartas de final em 2018 e 2019, semifinalista em 2020 e finalista em 2021, além de chegar à final no Master +40, esse é o Cesta Básica. A equipe foi criada em 2005 por amigos que jogavam no bairro de Cavalcante, zona norte do Rio de Janeiro. O time foi pensado para jogar competições amadoras de rua, como a LIBBRA (Liga Brasileira de Basquete de Rua). O Cesta Básica tem um nome curioso, mas com uma história muito boa:

“Um dos nossos apoiadores tinha uma cesta cultural, onde ele colocava cestas de livros nas árvores e deixava as pessoas lerem os livros, acolhemos o nome para a equipe e durante os nossos jogos distribuímos livros para o público que estava assistindo o jogo.” – disse Higor Cruz, representante do Cesta Básica no Master +35 e +40.

Após o término da LIIBRA, a equipe fez uma pausa, participando apenas de alguns torneios pontuais que aconteciam. Em 2007, o Cesta Básica disputou a Liga Independente de Esportes de Nova Iguaçu, onde fez história, que envolve enterrada, tabela quebrada e muitas fotos:

“Estávamos jogando no SESC e o time estava ganhando por mais de 30 pontos, o adversário percebeu que não iria vencer e começaram a fazer uma graça, pedi tempo e falei pra não deixar isso acontecer. O ginásio estava cheio por conta dos jogos estudantis e um dos meus atletas deu uma enterrada que quebrou a tabela inteira, os jogos pararam e foi todo mundo atrás do jogador para tirar foto e chamando ele de Shaquille O’Neal, ficou todo envergonhado.” – falou Higor Cruz

A história do Cesta Básica na Liga Super Basketball começou em 2018, no Master +35. Composta por jogadores que já se conheciam, o Cesta Básica terminou na sétima colocação e acabaram sendo eliminados pelo AVBN Niterói. Em 2019, repetiram a mesma posição na temporada regular e foram eliminados nas quartas de final pelo Mackenzie.

No ano de 2020 o Cesta Básica também estava no Master +40, classificou-se para as semifinais, venceu o Oásis/FGV, na final, perdeu para o Angra Basquete. No Master +35, o Cesta Básica se classificou em terceiro, mas perdeu para o Oásis/FBMRJ nas semifinais da categoria. 

Em 2021, o Cesta Básica fez mais uma boa campanha no Master +40, terminando em quarto lugar, venceu o MS Team nas quartas mas foi eliminado nas semifinais pelo Botafogo, que foi o campeão da categoria. 

No Master +35, terminou em quinto lugar na temporada regular, venceu o HP2 nas quartas e eliminou o invicto Botafogo nas semifinais, onde a preparação começou no primeiro jogo entre as duas equipes:

“Depois da classificação foi tudo estudado, sabíamos da característica de cada equipe, já esperava que o jogo contra o HP2 seria apertado, mas contamos com grande atuação do Rodrigo Estrela. Contra o Botafogo, tiramos a nossa responsabilidade, a obrigação de vencer era deles, fomos para nos divertir, a gente se divertiu e ainda saímos com a vitória.” – contou Higor Cruz.

Na final, o Cesta Básica enfrentou o FBMRJ e perdeu por 66 a 59, ficando com o vice na categoria Master +35. O título não chegou, mas o objetivo do time foi atingido, que era jogar o esporte que todos amam e se divertir com as partidas.

“O Cesta Básica tem um lema que é: ‘Muito mais que um time, somos uma família’. Nós procuramos agregar valores, ajudar quem precisa, durante a pandemia, arrecadamos cestas básicas para entregar durante a pandemia. Então a maneira correta é Família Cesta Básica.” – finalizou Higor.

matbet bahis sitesi -

betpas giriş linki

- kolaybet bahis sitesi -
trendbet bahis sitesi
- betpark bahis sitesi - vbet giriş adresi - adana eskort - eskort adana - adana eskort bayan - adana bayan eskort - eskort